Prosiga

Oferecemos Excelência

Prosiga

Previsões, Metodologia, Estimativas e Projeções. Através de uma metodologia própria, a Prosiga se dispõe em oferecer serviços de consultoria que consideram todas as particularidades de cada empresa, considerando fatores como: condições financeiras de pagamento da empresa no momento, complexidade operacional, nível econômico financeiro da empresa, potencial de retorno e sucesso dos serviços propostos, riscos de sucesso do projeto, tempo da efetivação dos resultados, satisfação do cliente, investimentos e aportes financeiros para fins específicos, aceleração dos resultados propostos, capital de giro, aquisição de equipamentos e maquinário.

Me

Especialidades

Estamos sempre buscando o melhor para o exercício de nossas responsabilidades, aumentando tanto a nossa bagagem de conhecimento, quanto o nosso reconhecimento nos mercados que atuamos.

Consultoria Empresarial 99%
Prosiga Generali 93%
Prosiga Executive Experian 89%
Prosiga Analytics 89%
Fusões e Aquisições 17%

Fusões e Aquisições

Ajudamos você a criar valor ao seu negócio por meio de fusões, aquisições, alienações e reestruturações.

Consultoria Empresarial

Com as informações certas na fase de recuperação de crises, você pode superar o problema e sair ainda mais forte.

Prosiga Generali

Trabalhamos ao seu lado para ajudar você e/ou sua empresa a melhorar sua reputação On-line.

Recuperação de Crédito

Com o Serviço de Recuperação de Crédito, a dívida é negociada pela Prosiga com juros e condições mais favoráveis para as partes.

Prosiga Analytics

Negociação, celebração, revisão e rescisão de contratos e acordos comerciais, estruturação de negócios, compra e venda, garantias, etc.

Prosiga Executive Experian

Trabalhamos ao seu lado para ajudar você e/ou sua empresa a enfrentar crises da melhor forma.

0
Cidades Atendidas
0
Publicações
0
Facebook Like
0
Motivos para Agradecer
  • Especialistas em Dívidas Empresariais

    Dívidas Empresariais
    O site da empresa Prosiga conecta você aos melhores especialistas em Dívidas Empresariais. A confiança alcançada pela empresa faz parte do trabalho corajoso de nossos especialistas em Dívidas Empresariais, que não se intimidam diante de tentativas de intimidação, que atuam de forma firme, competente, inovadora, destemida e inteligente de todos que já lhes confiaram seus interesses.

    A empresa Prosiga, através de seus especialistas em Dívidas Empresariais, oferece os serviços Prosiga Analytics e Prosiga Executive Experian, estes serviços visam minimizar, reduzir, ou se possível, eliminar os impactos causados por esta adversidade, possibilitando que nossos clientes tenham o menor prejuízo financeiro e reputacional possível.

    Nos últimos anos nossos especialistas em Dívidas Empresariais tem se destacado em sua atuação junto aos seus clientes em todo o Brasil.

    Muito embora encontrar um especialistas em Dívidas Empresariais possa, a uma primeira vista, parecer simples, na verdade ela exige muita cautela e conhecimento, pois, cresce a cada dia em todo o país o número de pessoas e empresas vítimas de falsos especialistas.

    Estrategicamente instalada sobre uma base tecnológica adequada, sofisticada e estável, o site da empresa Prosiga dispõe de profissionais qualificados e comprometidos com a ética, dispostos a atender todas as suas necessidades empresariais, objetivando demostrar suas competências de gestão e solução de conflitos.

    Além de especialistas em Dívidas Empresariais o site Prosiga também conta com escritórios parceiros que prestam serviços para você ou sua empresa em qualquer lugar do país.

    Caso você e/ou sua empresa possuam dívidas bancárias em atraso e desejam ter o mínimo de problemas neste momento e sair com os menores danos possíveis, preencha o formulário e aguarde o contato de um de nossos especialistas em Dívidas Empresariais.


    Temos a melhor alternativa de solução para o passivo bancário da sua Empresa. 

    Especialistas em Dívidas Empresariais

    Banco Número 356 BANCO ABN AMRO REAL S.A.; Banco Número 025 BANCO ALFA S.A.; Banco Número 641 BANCO ALVORADA S.A.; Banco Número m01 BANCO AMERICAN EXPRESS S.A.; Banco Número 213 BANCO ARBI S.A.; Banco Número 029 BANCO BANERJ S.A.; Banco Número 038 BANCO BANESTADO S.A.; Banco Número 000 BANCO BANKPAR S.A.; Banco Número 740 BANCO BARCLAYS S.A.; Banco Número 107 BANCO BBM S.A.; Banco Número 035 BANCO BEC S.A.; Banco Número 031 BANCO BEG S.A.; Banco Número 036 BANCO BEM S.A.; Banco Número 739 BANCO BGN S.A.; Banco Número 096 BANCO BM&F DE SERVIÇOS DE LIQUIDAÇÃO E CUSTÓDIA S.A; Banco Número 394 BANCO BMC S.A.; Banco Número 318 BANCO BMG S.A.; Banco Número 752 BANCO BNP PARIBAS BRASIL S.A.; Banco Número 248 BANCO BOAVISTA INTERATLÂNTICO S.A.; Banco Número 218 BANCO BONSUCESSO S.A.; Banco Número 036 BANCO BRADESCO BBI S.A.; Banco número 237 BANCO BRADESCO S.A.; Banco número 225 BANCO BRASCAN S.A.; Banco Número m15 BANCO BRJ S.A.; Banco Número 044 BANCO BVA S.A.; Banco Número 263 BANCO CACIQUE S.A.; Banco Número 473 BANCO CAIXA GERAL - BRASIL S.A.; Banco Número 222 BANCO CALYON BRASIL S.A.; Banco Número 412 BANCO CAPITAL S.A.; Banco Número 040 BANCO CARGILL S.A.; Banco Número 266 BANCO CÉDULA S.A.; Banco Número 745 BANCO CITIBANK S.A.; Banco Número 241 BANCO CLÁSSICO S.A.; Banco Número m19 BANCO CNH CAPITAL S.A.; Banco Número 215 BANCO COMERCIAL E DE INVESTIMENTO SUDAMERIS S.A.; Banco Número 753 BANCO COMERCIAL URUGUAI S.A.; Banco Número 756 BANCO COOPERATIVO DO BRASIL S.A. - BANCOOB; Banco Número 748 BANCO COOPERATIVO SICREDI S.A. - BANSICREDI; Banco Número 075 BANCO CR2 S.A.; Banco Número 721 BANCO CREDIBEL S.A.; Banco Número 505 BANCO CREDIT SUISSE (BRASIL) S.A.; Banco Número 229 BANCO CRUZEIRO DO SUL S.A.; Banco Número 003 BANCO DA AMAZÔNIA S.A.; Banco Número 083-3 BANCO DA CHINA BRASIL S.A.; Banco Número m21 BANCO DAIMLERCHRYSLER S.A.; Banco Número 707 BANCO DAYCOVAL S.A.; Banco Número 300 BANCO DE LA NACION ARGENTINA; Banco Número 495 BANCO DE LA PROVINCIA DE BUENOS AIRES; Banco Número 494 BANCO DE LA REPUBLICA ORIENTAL DEL URUGUAY; Banco Número m06 BANCO DE LAGE LANDEN BRASIL S.A.; Banco Número 024 BANCO DE PERNAMBUCO S.A. - BANDEPE; Banco Número 456 BANCO DE TOKYO-MITSUBISHI UFJ BRASIL S.A.; Banco Número 214 BANCO DIBENS S.A.; Banco Número 001 BANCO DO BRASIL S.A.; Banco Número 027 BANCO DO ESTADO DE SANTA CATARINA S.A.; Banco Número 033 BANCO DO ESTADO DE SÃO PAULO S.A. - BANESPA; Banco Número 047 BANCO DO ESTADO DE SERGIPE S.A.; Banco Número 037 BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A.; Banco Número 039 BANCO DO ESTADO DO PIAUÍ S.A. - BEP; Banco Número 041 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S.A.; Banco Número 004 BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A.; Banco Número 265 BANCO FATOR S.A.; Banco Número m03 BANCO FIAT S.A.; Banco Número 224 BANCO FIBRA S.A.; Banco Número 626 BANCO FICSA S.A.; Banco Número 175 BANCO FINASA S.A.; Banco Número 252 BANCO FININVEST S.A.; Banco Número m18 BANCO FORD S.A.; Banco Número 233 BANCO GE CAPITAL S.A.; Banco Número 734 BANCO GERDAU S.A.; Banco Número m07 BANCO GMAC S.A.; Banco Número 612 BANCO GUANABARA S.A.; Banco Número m22 BANCO HONDA S.A.; Banco Número 063 BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO; Banco Número m11 BANCO IBM S.A.; Banco Número 604 BANCO INDUSTRIAL DO BRASIL S.A.; Banco Número 320 BANCO INDUSTRIAL E COMERCIAL S.A.; Banco Número 653 BANCO INDUSVAL S.A.; Banco Número 630 BANCO INTERCAP S.A.; Banco Número 249 BANCO INVESTCRED UNIBANCO S.A.; Banco Número 184 BANCO ITAÚ BBA S.A.; Banco Número 048 BANCO ITAÚ BBA S.A.; Banco Número 652 BANCO ITAÚ HOLDING FINANCEIRA S.A.; Banco Número 341 BANCO ITAÚ S.A.; Banco Número m09 BANCO ITAUCRED FINANCIAMENTOS S.A.; Banco Número m04 BANCO ITAUSAGA S.A.; Banco Número 376 BANCO J. P. MORGAN S.A.; Banco Número 074 BANCO J. SAFRA S.A.; Banco Número 217 BANCO JOHN DEERE S.A.; Banco Número 076 BANCO KDB S.A.; Banco Número 757 BANCO KEB DO BRASIL S.A.; Banco Número 600 BANCO LUSO BRASILEIRO S.A.; Banco Número 212 BANCO MATONE S.A.; Banco Número 243 BANCO MÁXIMA S.A.; Banco Número m12 BANCO MAXINVEST S.A.; Banco Número 392 BANCO MERCANTIL DE SÃO PAULO S.A.; Banco Número 389 BANCO MERCANTIL DO BRASIL S.A.; Banco Número 755 BANCO MERRILL LYNCH DE INVESTIMENTOS S.A.; Banco Número 746 BANCO MODAL S.A.; Banco Número m10 BANCO MONEO S.A.; Banco Número BANCO MORADA S.A.; Banco Número 066 BANCO MORGAN STANLEY DEAN WITTER S.A.; Banco Número 151 BANCO NOSSA CAIXA S.A.; Banco Número 045 BANCO OPPORTUNITY S.A.; Banco Número m17 BANCO OURINVEST S.A.; Banco Número 208 BANCO PACTUAL S.A.; Banco Número 623 BANCO PANAMERICANO S.A.; Banco Número 611 BANCO PAULISTA S.A.; Banco Número 613 BANCO PECÚNIA S.A.; Banco Número 643 BANCO PINE S.A.; Banco Número 724 BANCO PORTO SEGURO S.A.; Banco Número 735 BANCO POTTENCIAL S.A.; Banco Número 638 BANCO PROSPER S.A.; Banco Número m24 BANCO PSA FINANCE BRASIL S.A.; Banco Número 747 BANCO RABOBANK INTERNATIONAL BRASIL S.A.; Banco Número 633 BANCO RENDIMENTO S.A.; Banco Número 741 BANCO RIBEIRÃO PRETO S.A.; Banco Número m16 BANCO RODOBENS S.A.; Banco Número 072 BANCO RURAL MAIS S.A.; Banco Número 453 BANCO RURAL S.A.; Banco Número 422 BANCO SAFRA S.A.; Banco Número 353 BANCO SANTANDER BRASIL S.A.; Banco Número 008 BANCO SANTANDER MERIDIONAL S.A.; Banco Número 351 BANCO SANTANDER S.A.; Banco Número 250 BANCO SCHAHIN S.A.; Banco Número 743 BANCO SEMEAR S.A.; Banco Número 749 BANCO SIMPLES S.A.; Banco Número 366 BANCO SOCIÉTÉ GÉNÉRALE BRASIL S.A.; Banco Número 637 BANCO SOFISA S.A.; Banco Número 012 BANCO STANDARD DE INVESTIMENTOS SA; Banco Número 347 BANCO SUDAMERIS BRASIL S.A.; Banco Número 464 BANCO SUMITOMO MITSUI BRASILEIRO S.A.; Banco Número 082-5 BANCO TOPÁZIO S.A.; Banco Número m20 BANCO TOYOTA DO BRASIL S.A.; Banco Número 634 BANCO TRIÂNGULO S.A.; Banco Número m13 BANCO TRICURY S.A.; Banco Número 247 BANCO UBS S.A.; Banco Número 116 BANCO ÚNICO S.A.; Banco Número m14 BANCO VOLKSWAGEN S.A.; Banco Número m23 BANCO VOLVO (BRASIL) S.A.; Banco Número 655 BANCO VOTORANTIM S.A.; Banco Número 610 BANCO VR S.A.; Banco Número 370 BANCO WESTLB DO BRASIL S.A.; Banco Número 021 BANESTES S.A. BANCO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO; Bano Número 719 BANIF-BANCO INTERNACIONAL DO FUNCHAL (BRASIL)S.A.; Banco Número 479 BANKBOSTON BANCO MÚLTIPLO S.A.; Banco Número 744 BANKBOSTON N.A.; Banco Número 073-6 BB BANCO POPULAR DO BRASIL S.A.; Banco Número m05 BES INVESTIMENTO DO BRASIL S.A.-BANCO DE INVESTIMENTO; Banco Número 078 BES INVESTIMENTO DO BRASIL S.A.-BANCO DE INVESTIMENTO; Banco Número 069-8 BPN BRASIL BANCO MÚTIPLO S.A.; Banco Número 070 BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A.; Banco Número 104 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
  • Bancos estão proibidos de elevar juros em financiamentos atrasados

    A resolução foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional e restringe a cobrança sobre parcelas vencidas em financiamentos. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a regulamentação da cobrança dos encargos de inadimplência em operações de crédito feitas por bancos no país. A nova regra proíbe a alteração da taxa de juros no cálculo de parcelas vencidas e, em atraso, em operações de crédito.

    Para o especialista, empresário e consultor Jeferson Lehmann, da equipe Prosiga, a determinação torna mais transparente a relação entre o banco e o cliente, pois, segundo a decisão, todas as taxas de juros aplicadas no ato do empréstimo estarão descritas em contrato. 
    “Anteriormente a decisão do Conselho, os bancos poderiam, na hora de recalcular uma parcela de um financiamento em atraso, optar por aplicar a taxa de juros remuneratórios contratada ou as taxas de mercado divulgadas pelo Banco Central, implicando, na maioria das vezes, na incidência de taxas maiores do que a contratada”.
    Jeferson explica ainda que a grande mudança diz respeito aos juros remuneratórios aplicados no cálculo de um financiamento atrasado. 
    “Anteriormente a regulamentação, os bancos mudavam a taxa de juros, aplicando um percentual mais elevado sobre o valor em atraso.” Este percentual mais elevado de juros está vinculado à taxa média de mercado, divulgada pelo Banco Central do Brasil. “Em outras palavras, caso o financiamento fosse feito com a taxa de 0%, por exemplo, poderia o banco cobrar 4%, sobre o valor em atraso, se esta fosse a taxa limite estabelecida pelo governo”, esclarece o empresário.
    Esta resolução entra começa a ter efeito a partir de 1º de setembro, entretanto, a partir de sua publicação no Diário Oficial da União (DOU), ocorrida em 1º de março, os bancos e instituições financeiras podem aplicar como regra a orientação para cálculo de juros em prestações vencidas. 
    "É imperioso destacar que decisões nos tribunais de justiça já favoreciam os clientes, pois observadas as taxas contratadas, sempre favorecendo o consumidor. A nova regulamentação é clara, os juros remuneratórios, por dia de atraso, que incidem sobre a parcela vencida, devem ser a mesma taxa pactuada no contrato para o período de adimplência da operação". Afirma Jeferson. 
  • Dívidas: Empresa de cobrança pode ligar para os familiares do devedor?

    Dívidas: Empresa de cobrança pode ligar para os familiares do devedor?

    Estou com dívidas em um determinado banco, mas este banco tem ligado para o número dos meu familiares e amigos. O que fazer? Posso denunciar esse banco? Neste caso, tenho direito a indenização por danos morais?

    Você entende do assunto? Então pode ajudar milhares de pessoas respondendo nos comentários ou escrevendo um artigo sobre o tema. Contribua!

    Para publicar seu artigo para os leitores da PROSIGA envie o mesmo para info@prosiga.net
  • 3 dicas para empresas com dívidas recuperarem o crescimento

    Consultor de negócios nesta área há mais de 8 anos, posso afirmar, com propriedade, que ser devedor sem ter expectativa de pagar é a uma das piores experiências da vida, podendo esta experiência levar as pessoas a doenças graves, como a depressão e em outros casos, até mesmo à morte.

    As dívidas não chegam todas de uma vez, assim como as doenças, as dívidas precisam de muita atenção aos primeiros sintomas, que na maioria das vezes, acabam passando desapercebidos.

    O tempo que se gasta para iniciar o tratamento será determinante para que se possa criar estratégias e retomar o controle do problema. Até porque, ao contrário das doenças sem tratamento as DÍVIDAS TÊM SOLUÇÃO!

    Relacionamos abaixo 5 dicas que, se seguidas, podem livrar uma empresa da falência, salvar os empregos que dela dependem e o mais importante, trazer de volta o lucro de suas atividades. Vamos a eles?

    Dica 1 – Identificação real do problema e seu tamanho;

    Pode até parecer simples, mas esta é uma das tarefas mais complexas de todo processo. Esta tarefa começa com desconfianças de que algo está errado e se encerra com uma grande realidade, o faturamento da empresa não será suficiente para pagar todas as dívidas.

    Administrar uma empresa é diferente de administrar as contas da família. O orçamento familiar é razoavelmente previsível. Da renda familiar, existem as despesas da casa, sem grandes surpresas (exceto em casos como doenças, mortes, perca de renda, etc.).

    Entretanto em uma empresa existem custos fixos, habituais e muitos custos variáveis. Além disso, a empresa pode ser atingida por uma mudança de comportamento no consumo, as vendas podem cair e, o que é ainda mais perigoso, a inadimplência pode multiplicar, afetando e muito sua capacidade de pagamento.

    Recebemos milhares de contatos de micros, pequenos e médios empresários e quando listamos todas as suas despesas e receitas e, principalmente, quando realizamos a projeção das suas situações financeiras ao longo de um determinado período, a reação imediata dos mesmos é de completo desespero.

    Também ao longo dos anos podemos observar que logo em seguida os mesmos tentam buscar os culpados pela situação. Por fim, se sentem envergonhados. Sim, vergonha! Infelizmente o sistema capitalista do qual estamos inseridos tem como regra básica, discriminar como INCOMPETENTE todo aquele que não consegue pagar em dia suas contas.

    E essa, sem sobra de dúvidas é a fase mais perigosa que um empresário endividado pode passar.

    Dica 2 – Organização;

    Confirmado a situação de superendividamento da empresa, ou seja, da sua incapacidade de honrar suas obrigações de pagamentos, chegou a hora de reorganizar os números. Despesas e receitas.

    Além da organização dos números se faz necessário identificar todas as despesas e priorizar quais merecem melhor atenção.

    Um bom empresário vai fazer inúmeros sacrifícios para horar o pagamento de seus funcionários e provavelmente já tenha utilizado seus limites bancários, que são as dívidas mais abusivas, que merecem um "carinho" maior, devido aos exorbitantes e abusivos juros cobrados pelos bancos e instituições financeiras.

    Empréstimos, financiamentos, folha de pagamento, impostos, fornecedores, aluguéis; enfim, todos as despesas devem ser listadas, para que, possam ser estudadas, reduzidas e até mesmo de eliminadas.

    Realizando estas dicas, o desespero – que já era grande – agora aumentou um pouco mais. A realidade está aí, na frente dos olhos dos empresários. O medo se transformou em realidade: Se a empresa não ter uma estratégia de negociação eficaz, ela não sobreviverá e irá morrer financeiramente.

    Acalme-se, o seu equilíbrio deve assumir o controle. A situação pode até parecer grave, mas tem de ser enfrentada de cabeça erguida. Abandonar o barco e entregar os pontos não é solução. 

    Ao logo dos anos, tenho certeza que ninguém do seu financeiro ou nenhum contador lhe informou que os bancos e as financeiras estavam sendo desonestos com a sua empresa. É hora de agir! Não existe outra solução.

    Agir significa, não esperar ser pego de surpresa, é dar o primeiro passo antes do problema bater a sua porta.

    Dica 3 – Comprometimento;

    Uma galinha e um porco estão caminhando pela estrada, e a galinha diz:
    - "Ei, porco, eu estava pensando que a gente devia abrir um supermercado.”
    - "E qual vai ser o nome do supermercado?”, pergunta o porco.
    - "Que tal ‘Presunto e Ovos’?”, pergunta a galinha.
    - "Não, obrigado”, responde o porco. “Eu teria que me comprometer, mas você só teria de se envolver.”


    Você sabia que muitas pessoas desistem bem próximo à seus objetivos, onde, em muitos casos, bastaria apenas comprometimento para conquistá-los?

    Em muitos casos de dívidas bancárias e empresariais acontecem exatamente a mesma coisa. O desespero é tão grande que as dívidas se tornam algo estratosférico que acabam tendo consequências inimagináveis, muito superior ao tamanho original. E isso pode levar a empresa à desistir dos objetivos… Por medo de dar o próximo passo!

    Comprometa-se! Observe o problema como ele é, de forma simples e objetiva. Confronte os números.

    Por alguma razão a empresa chegou a esse estado. Você pode colocar a culpa nos funcionários, no governo, nos bancos, nas financeiras ou em qualquer pessoa que desejar. Entretanto, nada tira, a necessidade de aprender e evoluir – de forma simples e objetiva.

    Dica 4 – Eliminar custos;

    Esta sem modéstia nenhuma é a dica mais importante e uma das tarefas mais difíceis, eliminar custos, porém é fundamental para salvar qualquer empresa. Não se deve sair cortando qualquer despesa de forma não estratégica, as empresas necessitam de condições mínimas para se manterem no mercado. Precisam de funcionários e de um local para funcionar.

    Precisam de algumas despesas fixas como; água, energia elétrica, telefone, internet, e de uma série de outros itens e serviços para continuarem funcionando.

    O primeiro sacrifício deve ser feito de cima para baixo, ou seja, os donos e diretores, cortar regalias e gastos desnecessários, se possível converter salário fixo, por ganhos sobre comissão.

    Neste momento, se o imóvel da empresa é alugado, vale procurar o locador para renegociar os valores. Nessa recessão, o poder de negociação dos inquilinos aumenta.

    O pagamento das dívidas bancárias e de empréstimos é, de todos os pontos, um dos mais delicados e difíceis de serem resolvidos. Isso porque os bancos e as financeiras praticamente não negociam de uma hora para outra. E, quando desejam negociar, as condições são tão ruins e desvantajosas que somente servem para aumentar o grau de endividamento das empresas.

    Você deve estar se perguntando, porque aquele gerente de banco amigo, que sempre nos recebia com sorrisos e linhas de crédito, virou as costas agora que a empresa precisa de empréstimo? Nós podemos ajudar!

    Do corte de despesas, para todo bom e justo empresário, o mais difícil, sem dúvidas, é a demissão dos funcionários. Esta decisão pode ser indispensável, já que, em grande parte das empresas, os custos com a folha de pagamento é um dos itens que mais oneram o caixa.

    Não havendo outra alternativa, os cortes das folhas de pagamento, devem ser realizadas o mais rápido possível e, de preferência, todas de uma única vez.

    Dica 5 – Recuperar o crescimento!

    Nas dicas anteriores, aprendemos a conhecer melhor a empresa. Entretanto, não só devemos querer salvar as empresas que estão endividadas, mais também entender o porque elas ficam endividadas.

    Financiamentos, custos de processos muito elevados, dívidas bancárias, funcionários desmotivados, equipe maior que a necessária, inadimplência fora de controle, desperdícios, etc.

    Como já escrevemos no início deste texto, as dívidas impagáveis são como doenças. Não se desespere, dívidas tem solução. Não são raros os casos de empresários com depressão e várias outras enfermidades correlatas as dívidas empresariais.

    Assim como também não é incomum, o processo de dívidas descontroladas provocar o fim de casamentos e relacionamentos entre pessoas da própria família. Administrar uma empresa deve ser prazeroso, como tudo na vida.

    Caso você não sinta prazer em ser empresário, repense o que você está fazendo de sua vida. 

    Atenciosamente;
    Jeferson Lehmann 
  • Política de Privacidade

    As informações recolhidas neste site serão processadas e armazenadas pela Zoho. Todas as suas informações pessoais recolhidas serão usadas para o ajudar a tornar a sua visita no nosso site o mais produtivo e agradável possível.

    Todas as informações pessoais relativas a visitantes que usem este site e o Zoho serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de outubro de 1998 (Lei n.º 67/98).

    A informação pessoal recolhida pode incluir o seu nome, e-mail, número de telefone e/ou celular, endereço, data de nascimento e/ou outros.

    O uso deste site pressupõe a aceitação deste Acordo de privacidade. A equipe da Prosiga reserva-se ao direito de alterar este acordo sem aviso prévio. Deste modo, recomendamos que consulte a nossa política de privacidade com regularidade de forma a estar sempre atualizado.

    OS ANÚNCIOS

    Tal como outros websites, coletamos e utilizamos informação contida nos anúncios. A informação contida nos anúncios, inclui o seu endereço IP (Internet Protocol), o seu ISP (Internet Service Provider, como o Sapo, Clix, ou outro), o browser que utilizou ao visitar o nosso website (como o Internet Explorer ou o Firefox), o tempo da sua visita e que páginas visitou dentro do nosso website.

    OS COOKIES E WEB BEACONS

    Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visita o nosso website. Isto poderá incluir um simples popup, ou uma ligação em vários serviços que providenciamos.

    Em adição também utilizamos publicidade de terceiros no nosso website para suportar os custos de manutenção. Alguns destes publicitários poderão utilizar tecnologias como os cookies e/ou web beacons quando publicitam no nosso website, o que fará com que esses publicitários (como o Google através do Google AdSense) também recebam a sua informação pessoal, como o endereço IP, o seu ISP, o seu browser, etc. Esta função é geralmente utilizada para geotargeting (mostrar publicidade de Lisboa apenas aos leitores oriundos de Lisboa por ex.) ou apresentar publicidade direcionada a um tipo de utilizador (como mostrar publicidade de restaurante a um utilizador que visita sites de culinária regularmente, por ex.).

    Você detém o poder de desligar os seus cookies, nas opções do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas Anti-Virus, como o Norton Internet Security. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites. Isso poderá afetar ou não permitir que faça logins em programas, sites ou fóruns da nossa e de outras redes.
  • Renegociação de Dívidas Empresariais‎

    Renegociação de dívidas empresariais, PJ Giro, Financiamentos, Fornecedores, Conta Garantida, Duplicata e Cheque Especial. Dívidas acima de R$150 Mil. Atendimento especializado, 11 anos de experiência. Serviços: Renegociação de Dívidas com Bancos, Cooperativas, Fundos de Investimentos, Factorings e Fornecedores.

    Endereço

    Avenida República do Libano, 251
    Recife/PE

    EMAIL

    atendimento@prosiga.net
    financeiro@prosiga.net

    TELEFONE

    +55 81 4101 8219