Mostrando postagens com marcador Notícias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Notícias. Mostrar todas as postagens

Hugo Cesar Hoeschl - Corajoso Procurador

Para quem ainda não sabe, o Dr. Hugo Cesar Hoeschl é o corajoso procurador ex-promotor que vem sendo vitima da engrenagem e fábrica de notícias com títulos sensacionalistas e inverdades que se disseminam na internet, pois, o mesmo é profundo conhecedor de sistemas de inteligência, criador e co-criador de alguns dos principais sistemas em uso no Brasil nessa área, coordenador científico do projeto de criação do Modelo Conceitual para o Combate à Lavagem de Dinheiro no Brasil.

O Dr. Hugo Cesar Hoeschl  vem criando e publicando artigos científicos na internet durante anos, por este motivo, seu nome ganhou grande notoriedade e respeito, ocorre, que se aproveitando desta notoriedade e respeito adquirida durante anos de trabalho, jornalistas e sites estão lucrando com a venda de anúncios e publicidade. Quanto maior a audiência da página, mais ela ganhará com os mesmos.

Segundo simples pesquisa no site ALEXA, que mede audiência digital, o site Conjur tem uma média de 1.917.915 visitantes únicos por mês, estes sites não divulgam quanto ganham, entretanto, segundo anúncios do nosso próprio site, que utiliza a mesma plataforma de anúncios, o adsense, podemos afirmar que os anúncios da revista eletrônica Conjur rendam de R$ 100 mil a R$ 150 mil por mês.

Em geral, sob títulos sensacionalistas, com notícias que embaralham verdade e mentira, a revista eletrônica Conjur e seus similares se retroalimentam, com ajuda de páginas e perfis no Facebook. 

Em 29/05/2013, por exemplo, o site Conjur, aproveitando-se da notoriedade e respeito do nome de Dr Hugo Cesar Hoeschl, veiculou matéria com o título "Justiça e MP investigam uso de Oscips como fachada" a qual foi objeto de registro de Boletim de Ocorrência e da respectiva RESPOSTA.

Como se não bastasse o lucro obtido com os anúncios e publicidade com a primeira matéria  envolvendo o nome do Dr Hugo Cesar Hoeschl, a resista eletrônica Conjur, querendo lucrar ainda mais, criou nova matéria com o título "MPF rejeita denúncia e expõe farsa de procurador da Fazenda", entretanto, nenhuma delas apresenta elementos factuais que comprovassem a manchete. 

Não existe no mundo exagero mais belo que a gratidão, entretanto, não é assim que a revista eletrônica Conjur entende, pois, após muita dedicação e trabalhos científicos desenvolvidos e publicados pelo Dr Hugo Cesar Hoeschl na revista eletrônica Conjur, desde sua criação, sem que o mesmo fosse remunerado por nenhum centavo de real, agora, a mesma revista eletrônica Conjur e seu dono lucram com a veiculação de notícias que mancham um dos mais respeitados autores não remunerado que a mesma já teve.

Somos admiradores e acompanhamos com atenção e muita gratidão as publicações do Dr. Hugo Cesar Hoeschl, onde o mesmo, através de pesquisas científicas e demonstrações técnicas, com conhecimento tecnológico, contribui para o desenvolvimento de cidadãos despertos que podem fiscalizar possíveis fraudes em demostrações e relatórios de elevados valores.

Alguns trabalhos divulgados pelo Dr Hugo Cesar Hoeschl na revista eletrônica Conjur são:
24/07/09 O Direito Constitucional nunca esteve tão no centro das relações jurídicas
28/06/06 Tecnologia permite monitoração inteligente de conversas
29/05/06 É mais útil monitorar ligações do que bloquear celular
5/04/06 Brasil é representado no congresso mundial de informática
1/02/06 Ontoweb: A nova era das ferramentas de busca
2/08/05 Pesquisadores internacionais avaliam e-Gov no Brasil
6/07/05 Tecnologia é instrumento de consolidação da democracia
4/04/05 Professor vai falar dos avanços brasileiros na área de e-Gov
10/03/05 Consorcio internacional para integração de culturas
14/02/05 Conferência debate interação de informações públicas
7/02/05 Brasileiro supera líderes em trabalhos científicos
10/08/04 Brasileiros superam Nasa e IBM em evento internacional
5/07/04 Cientista brasileiro ultrapassa 100 artigos publicados
2/06/04 Investigação policial digital entra na era do e-Gov
21/05/04 É preciso pensar em uma nova perspectiva de organização social
17/05/04 Ciberespaço é o melhor produto da revolução da comunicação
13/05/04 Sistema eficiente é respaldado em bons conhecimentos
7/05/04 Ligação entre Direito e tecnologia da informação é milenar
16/04/04 Cientista brasileiro faz parte de referências no exterior
29/03/04 Ijuris bate recorde brasileiro de aprovações em comitê
15/03/04 Ijuris lança livro com tese de pós-doutorado de Hoeschl
27/02/04 Argentina será sede de simpósio de informática e Direito
13/01/04 Sistema Olimpo é selecionado para publicação na Europa
21/11/03 Brasileiro falará sobre comércio eletrônico em Estocolmo
4/11/03 "Aperfeiçoamento constante é a nova exigência do mercado."
29/10/03 "O Direito e o regulamento dos campeonatos de Fórmula 1."
24/09/03 Conferência traz conceito de e-car e discute e-sociedade
22/09/03 Conferência internacional discute inovações tecnológicas
18/09/03 Ijuris se destaca em eventos internacionais sobre E-Gov
13/09/03 Ijuris publica coletânea de pesquisas realizadas na Ufsc
12/08/03 Direito digital será discutido em videoconferência
10/08/03 Cientista renomado visita Florianópolis e Ijuris
28/07/03 Cientistas querem construir robôs para jogar contra humanos
18/07/03 Comitê Gestor da ICP-Brasil conta com novos membros
28/05/03 Conselho de Segurança da ONU e Robocup
2/05/03 Ijuris é destaque no RoboCup American Open
23/04/03 Pesquisadores brasileiros apresentam sistema na França
13/04/03 Excelência em Governo Eletrônico
30/03/03 Novo Portal para os Consumidores é lançado em SC
16/03/03 Os conflitos e os direitos da vida digital
15/03/03 Pesquisadores brasileiros lançam livro sobre e-Gov
18/02/03 Tecnologia da informação jurídica
12/02/03 Especialização em Direito Digital em SC.
5/02/03 O Conselho de Segurança da ONU
31/01/03 Novas tendências tecno-jurídicas mundiais.
28/01/03 Revolução e capacitação no ensino jurídico
27/01/03 Pesquisando a Sociedade da Informação
25/01/03 Projeto e-Courts: Fórum Eletrônico no Brasil.
21/01/03 MBA em E-Gov, pela Internet, desenvolvido pelo Ijuris
17/01/03 Presidente da Fundação UNL da ONU visita o Ijuris em SC
15/12/02 Novidades da nova versão do Sistema Olimpo
5/12/02 TI Jurídica para o Conselho de Segurança da ONU
14/11/02 Trabalhos brasileiros são apresentados na Espanha
11/11/02 O Governo Eletrônico e a Exclusão Digital
11/11/02 Brasil conta com três trabalhos selecionados na Índia
31/10/02 UFSC e IJURIS criam sistema de garimpagem de texto
22/10/02 Questões críticas: o futuro do Governo Eletrônico

O que se lamenta diante destes fatos é a falta de profissionalismo por parte de qualquer jornalista que se curve aos interesses obscuros com objetivo de lucro as custas de uma vida inteira de trabalho honesto e dedicação, comprometendo um cidadão respeitado, que luta constantemente para passar o país a limpo e por uma democracia plena, uma sociedade Justa, em defesa dos direitos garantidos na Constituição brasileira e por uma imprensa livre.

Procon: Juros do cheque especial aumenta pela 9ª vez seguida em outubro

Procon: Juros do cheque especial aumenta pela 9ª vez seguida em outubro
A taxa média dos jurus do cheque especial de 13,56% ao mês em setembro aumentou para 13,72% em outubro e a taxa do empréstimo pessoal também aumentou de 6,8% para 7,05% no mesmo período.

Segundo a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (10) pelo Procon-SP a taxa média dos juros do cheque especial aumentou pela nona vez consecutiva em outubro.
Vale lembrar que os juros nestes patamares elevadíssimos podem, dificultar ou até impossibilitar a quitação da dívida.
Em um ano, o consumidor que obter uma dívida de R$ 1 mil no cheque especial a uma taxa de 13,72% ao mês estará devendo R$ 4.677, sem considerar multas e taxas por atraso.

Sobre os Bancos

Entre os bancos pesquisados, a Caixa Econômica Federal foi o banco que mais aumentou a taxa de juros do cheque especial, de 13,05% para 13,55% - um aumento de 3,83%.

O Bradesco subiu a taxa de 13,15% para 13,55%, já o Itaú Unibanco, de 12,95% para 13,14% (aumento de 1,47%).

Banco Santander muda regras do cartão de crédito e insatisfação dos consumidores foi imediata

Banco Santander muda regras do cartão de crédito e insatisfação dos consumidores foi imediata
Recentemente o banco Santander mudou a forma de cobrar a anuidade de seu cartão de crédito Santander Free e insatisfação dos consumidores foi imediata na internet. 

Foi em 2006 que o banco Santander lançou o cartão de crédito Santander Free, no início o cliente precisava apenas usar o cartão todo mês para ficar livre da taxa, independentemente do valor da compra, entretanto, desde junho, a instituição estabeleceu um gasto mínimo de R$ 100 reais para manter a gratuidade da anuidade.

Agora, só vai ficar livre da anuidade o consumidor que gastar pelo menos, R$ 100 reais por mês em compras. Os consumidores que não gastarem os R$ 100 reais por mês terão que desembolsar uma taxa mensal de R$ 24,50 (R$ 294 no ano). 

Esta surpresa por parte do banco Santander repercutiu na internet e a insatisfação dos consumidores foi imediata nas redes sociais:

Esta mudança configura prática abusiva por parte do banco santander, que descumpriu com o contrato estabelecido entre os clientes do cartão de crédito.

Por sua vez o banco Santander informou que as mudanças "estão em conformidade com o disposto em contrato, tendo havido uma prévia, ampla e adequada divulgação dessas informações aos clientes". 

Caixa Econômica Federal foi condenada por cobrança indevida em cartão de crédito

A Caixa Econômica Federal (CEF) foi condenada ao pagamento de uma multa
A Caixa Econômica Federal (CEF) foi condenada ao pagamento de uma multa no valor de R$ 27 mil ao Procon de Umuarama (PR) por realizar lançamentos indevidos na fatura do cartão de crédito de um consumidor. Na última semana, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso do banco que pedia a anulação da penalidade.

A denúncia do consumidor que levou à aplicação da multa foi oferecida por um morador da cidade do oeste paranaense. Além da queixa à Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), o correntista ingressou com processo cível contra o banco solicitando danos morais. A questão foi encerrada com a homologação de um acordo realizado pelas partes.

Após o acordo entre as partes através da conciliação, a Caixa ajuizou ação na Justiça solicitando a anulação da multa aplicada pelo Procon. De acordo com a instituição, a sanção administrativa tem a mesma pretensão da indenização paga à parte autora no processo judicial, de forma que não é justo responder duas vezes pelo mesmo fato.

A ação, em primeira instância foi julgada improcedente, entretanto, a instituição recorreu. Ocorre que, por unanimidade, a 4ª Turma do TRF4 decidiu manter a sentença ao levar em conta a independência das instâncias civil e administrativa.

Segundo relator do processo, desembargador federal Cândido Alfredo Silva Leal Junior, “a administração pública pode aplicar penalidades aos infratores independentemente de processo judicial, sobretudo porque os atos administrativos que retratam poder de polícia são auto-executáveis, e a responsabilidade administrativa não é prejudicada pelas responsabilidades penal e civil”. Com informações da assessoria de imprensa do TRF4.

Agências HSBC agora com fachada do Bradesco: Saiba o que muda para os clientes

Agências HSBC agora com fachada do Bradesco: Saiba o que muda para os clientes
Agências do HSBC Bank Brasil agora com fachada do Banco Bradesco, sou cliente do HSBC e agora? É fato que os clientes do banco HSBC vão migrar definitivamente para o Bradesco, por este motivo o HSBC enviará nos próximos dias correspondência aos 5 milhões de seus clientes com informações para acesso via internet banking, celular, caixas eletrônicos e cartão de débito.

Esta mudança de logo marcas irá ocorrer nas 851 agências, 4.400 caixas eletrônicos e 4.250 postos de atendimento de empresas parceiras do HSBC.

O HSBC Bank Brasil é a maior aquisição da história do Banco Bradesco. Custou R$ 16 bilhões e agregou cerca de R$ 175 bilhões em ativos ao banco, com a aquisição o Bradesco está de aproximando do seu principal concorrente, o Banco Itaú.

O Banco Bradesco, desde 1943 já fez 48 aquisições, sedo elas, bancos, financeiras e seguradoras. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), concedeu para o mesmo o direito de aquisição do HSBC Bank Brasil, porém, ficou impedido, de adquirir qualquer instituição financeira que atue no Brasil, pelo no prazo de 30 meses.

Clientes e serviços

Segundo o Banco Bradesco, os clientes HSBC poderão permanecer nas mesmas agências onde hoje têm relacionamento. Os clientes ainda podem manter os mesmos pacotes de serviços, com as mesmas franquias e preços. Ocorre que os pacotes e taxas hoje existentes no HSBC, não serão mais vendidos e não estarão disponíveis para os novos clientes da instituição.

Os clientes do HSBC Bank Brasil serão informados de todas as novidades através de correspondências e também quando a alteração do novo cartão que será confeccionado.

Justiça homologa plano de recuperação judicial da Camera Agroalimentos

Justiça homologa plano de recuperação judicial da Camera Agroalimentos
Justiça homologa plano de recuperação judicial da Camera Agroalimentos, a homologação do plano de recuperação judicial da Camera Agroalimentos aconteceu na 3ª Vara Cível do Fórum de Santa Rosa. Foi em julho que a maioria dos credores aprovaram as diretrizes que envolvem a recuperação judicial da empresa, que está passando por crise financeira. 

O plano de recuperação judicial estabelece a venda de até 30% dos ativos da empresa. A partir de agora a empresa também pode iniciar as negociações com investidores interessados em participações no empreendimento.

Foi em recente entrevista na RPI, que o diretor da empresa, Roberto Kist, informou que a empresa planeja retomar a produção de biodiesel na unidade existente em Ijuí, localizada nas margens da ERS 342, rodovia entre Ijuí e Cruz Alta. Caso tudo ocorrer conforme o planejado, Roberto acredita que a Camera Agroalimentos retornará a produzir biodiesel já no próximo ano.

Execução fiscal no DF é prioridade do governo para retomada do crescimento

 
A Execução fiscal no DF é prioridade do governo para retomada do crescimento, por este motivo o governo do Distrito Federal ajuizou Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC 46) para que as execuções de natureza fiscal não sejam suspensas devido o deferimento de recuperação judicial das empresas. O governo deseja que seja reconhecida a validade de dispositivos da legislação ordinária e do Código Tributário Nacional.

Na Ação Declaratória de Constitucionalidade, o governo do Distrito Federal defende a constitucionalidade dos artigos 6º (parágrafo 7º) e 57 da Lei 11.101/2005 e 191-A do CTN. O artigo 6º diz que as execuções de natureza fiscal não são suspensas pelo deferimento de recuperação judicial, ressalvada a concessão de parcelamento nos termos do CTN e da legislação ordinária específica.

Também no mesmo sentido de obrigar a negociação dos débitos fiscais, o segundo dispositivo diz que após a juntada aos autos do plano aprovado pela assembleia geral de credores ou decorrido o prazo previsto no artigo 55 da lei, sem objeção dos credores, o devedor apresentará certidões negativas de débitos tributários nos termos dos artigos 151, 205 e 206 da Lei 5.172/1966.

Ainda no mesmo sentido o artigo 191-A do Código aponta que a concessão de recuperação judicial depende de apresentação da prova de quitação de todos os tributos, observado o disposto nos artigos 151, 205 e 206.

Para a gestão do governo, os créditos de natureza tributária não se submetem aos efeitos da recuperação judicial, não podendo haver suspensão das execuções fiscais em curso, ressalvada a hipótese de parcelamento especial.

Além disso, o governo afirma que atualmente a jurisprudência vem restringindo os direitos do Fisco de providenciar o regular processamento dos executivos fiscais em face de devedores em recuperação judicial, por reconhecer inconstitucionalidade dos dispositivos apontados.

É por meio destes argumentos que o governo do DF pede a concessão de medida cautelar para suspender os processos que tratam do tema e, no mérito, a procedência da ação para que se reconheça a constitucionalidade dos artigos 6º (parágrafo 7º) e 57 da Lei 11.101/2005 e 191-A do CTN. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

Idoso consegue arrecadar US$ 384 mil na internet: Mais de R$ 1 milhão

Idoso consegue arrecadar US$ 384 mil na internet: Mais de R$ 1 milhão
Um mexicano de 89 anos que precisou voltar ao trabalho depois da morte de sua filha comoveu milhares de pessoas de vários países.

Esta é a história de Fidencio Sánchez, de 89 anos, mexicano que mora em Chicago, era aposentado há apenas dois meses quando sua filha, que sustentava a família, faleceu em julho. Fedencio, sem condições de sobreviver, precisou voltar ao trabalho vendendo picolés pelas ruas do bairro, mesma atividade que praticou por mais 23 anos.

O caso comoveu o americano Joel Cervantes Macias, proprietário de um restaurante mexicano no estado vizinho de Wisconsin. Joel encontrou o senhor circulando com o carrinho de picolés pela rua, o fotografou e postou a imagem no Facebook com a legenda: “respeito total por esse homem”.

Joel criou uma campanha de arrecadação de fundos no site GoFundMe, com o objetivo de arrecadar US$ 3 mil dólares. A ação foi ao ar na última sexta (9/9) e a meta foi alcançada em menos de uma hora, O total levantado ultrapassa a marca de US$ 380 mil, mais de R$ 1 000 000.

Fidencio, ex-trabalhador rural, disse que a quantia lhe permitirá descansar um pouco mais na aposentadoria. Antes da campanha de arrecadação, o mesmo precisava acordar cedo e só voltava pra casa às oito da noite. No início, a esposa o ajudava, mas precisou parar por motivos de saúde.

Banco Bradesco e Banco do Brasil se unem para concorrer com Nubank

Banco Bradesco e Banco do Brasil se unem para concorrer com Nubank
O Banco Bradesco e o Banco do Brasil se uniram para criar o Banco CBSS, uma instituição focada na população de baixa renda. 

Recentemente sem muita publicidade a instituição colocou no ar uma plataforma digital para venda e gestão de cartão de crédito, nomeada de Digio, a plataforma tenta ser algo semelhante a proposta do Nubank, uma empresa brasileira que oferece cartão de crédito sem anuidade e com gestão em um aplicativo.

Por meio de um aplicativo no celular, o cliente enviará seus dados e após uma analise do seu cadastro o cartão de bandeira visa poderá chegar em seu endereço em até 12 dias. No aplicativo o cliente poderá aumentar ou diminuir o limite do cartão no app e até informar um roubo ou perda do mesmo.

Também é imperioso ressaltar, que além do modelo tradicional de avaliação de crédito das operadoras de cartão de crédito e bancos, o processo de liberação de crédito inclui uma análise do perfil do cliente nas redes sociais.

A curto prazo, o banco também oferecerá cartões pré-pagos, empréstimos pessoais e seguros. O Banco CBSS e a Livelo já estão avaliando a criação de um programa de fidelidade para os clientes dos cartões do banco.

Inovação

Os bancos e financeiras estão no meio de uma corrida pela inovação. Desafiados por empresas brasileiras recém criadas que usam estruturas enxutas para vender serviços financeiros, eles estão investindo em soluções similares e até mesmo adquirindo empresas inovadoras.

Exemplo disso foi o Banco Santander, que comprou a ContaSuper, empresa que oferece uma conta digital.
 

Copyright © 2007 - 2018 Prosiga | Tá na Prosiga, Tá no [LUCRO] Todos os direitos reservados.

Site Seguro
Política de Privacidade. A Prosiga preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, entretanto não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Você pode usar as informações contidas nesse site, mas não deve nunca deixar de fazer suas próprias pesquisas e coleta de informações antes de tomar qualquer decisão. Nós procuramos responder dúvidas dos nossos leitores. Isso não significa que somos obrigados a responder todas as perguntas que recebemos. Também não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas. Elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc.
Tudo Sobre:

Banco Semear S.A., Banco Original S.A., Banco Ford S.A., Banco Fiat S.A., Banco Itaú S.A., Banco Bradesco S.A., Banco Volkswagen S.A., Busca e Apreensão, Banco Toyota S.A., Banco Santander S.A., Banco Itaucard S.A., Banco Votorantim S.A., HSBC Bank Brasil S.A., Banco Panamericano S.A., Recuperação de Créditos, Banco Pan S.A., Dano Moral, Banco Randon S.A., Banco Sofisa S.A., Banco Mercedes-Bens do Brasil S.A., Banco Safra S.A.>, BV Financeira S.A., Solução de Dívidas, Banco Honda S.A., Hipercard Banco Múltiplo S.A., Banco Morgan Stanley S.A., Banco John Deere S.A., SICREDI S.A., Banco Alfa S.A., Banco ABN AMRO Real S.A., Banco do Brasil S.A., Banco Capital S.A., Banco Petra S.A., Ajusta | ONG de Defesa do Consumidor

.