Prosiga

Oferecemos Excelência

Prosiga

Previsões, Metodologia, Estimativas e Projeções. Através de uma metodologia própria, a Prosiga se dispõe em oferecer serviços de consultoria que consideram todas as particularidades de cada empresa, considerando fatores como: condições financeiras de pagamento da empresa no momento, complexidade operacional, nível econômico financeiro da empresa, potencial de retorno e sucesso dos serviços propostos, riscos de sucesso do projeto, tempo da efetivação dos resultados, satisfação do cliente, investimentos e aportes financeiros para fins específicos, aceleração dos resultados propostos, capital de giro, aquisição de equipamentos e maquinário.

Me

Especialidades

Estamos sempre buscando o melhor para o exercício de nossas responsabilidades, aumentando tanto a nossa bagagem de conhecimento, quanto o nosso reconhecimento nos mercados que atuamos.

Consultoria Empresarial 99%
Prosiga Generali 93%
Prosiga Executive Experian 89%
Prosiga Analytics 89%
Fusões e Aquisições 17%

Fusões e Aquisições

Ajudamos você a criar valor ao seu negócio por meio de fusões, aquisições, alienações e reestruturações.

Consultoria Empresarial

Com as informações certas na fase de recuperação de crises, você pode superar o problema e sair ainda mais forte.

Prosiga Generali

Trabalhamos ao seu lado para ajudar você e/ou sua empresa a melhorar sua reputação On-line.

Recuperação de Crédito

Com o Serviço de Recuperação de Crédito, a dívida é negociada pela Prosiga com juros e condições mais favoráveis para as partes.

Prosiga Analytics

Negociação, celebração, revisão e rescisão de contratos e acordos comerciais, estruturação de negócios, compra e venda, garantias, etc.

Prosiga Executive Experian

Trabalhamos ao seu lado para ajudar você e/ou sua empresa a enfrentar crises da melhor forma.

0
Cidades Atendidas
0
Publicações
0
Facebook Like
0
Motivos para Agradecer
  • Banco Santander muda regras do cartão de crédito e insatisfação dos consumidores foi imediata

    Banco Santander muda regras do cartão de crédito e insatisfação dos consumidores foi imediata
    Recentemente o banco Santander mudou a forma de cobrar a anuidade de seu cartão de crédito Santander Free e insatisfação dos consumidores foi imediata na internet. 

    Foi em 2006 que o banco Santander lançou o cartão de crédito Santander Free, no início o cliente precisava apenas usar o cartão todo mês para ficar livre da taxa, independentemente do valor da compra, entretanto, desde junho, a instituição estabeleceu um gasto mínimo de R$ 100 reais para manter a gratuidade da anuidade.

    Agora, só vai ficar livre da anuidade o consumidor que gastar pelo menos, R$ 100 reais por mês em compras. Os consumidores que não gastarem os R$ 100 reais por mês terão que desembolsar uma taxa mensal de R$ 24,50 (R$ 294 no ano). 

    Esta surpresa por parte do banco Santander repercutiu na internet e a insatisfação dos consumidores foi imediata nas redes sociais:

    Esta mudança configura prática abusiva por parte do banco santander, que descumpriu com o contrato estabelecido entre os clientes do cartão de crédito.

    Por sua vez o banco Santander informou que as mudanças "estão em conformidade com o disposto em contrato, tendo havido uma prévia, ampla e adequada divulgação dessas informações aos clientes". 
  • 4 Dicas para o uso consciente do Cartão de Crédito

    Todos já sabemos que os cartões de crédito estão presentes na vida da maioria das pessoas no mundo inteiro, entretanto, este item do dia a dia pode se tornar uma armadilha caso não seja usado com sabedoria. É preciso ter um bom planejamento financeiro para que as taxas de juros não te peguem desprevenido. Aprenda com estas 5 Dicas para o uso consciente do Cartão de Crédito:

    EVITE GASTOS DESNECESSÁRIOS

    Todos que possuem cartão de crédito devem sempre avaliar bem se há realmente a necessidade de efetuar uma compra. O vilão dessa história, sem modéstia nenhuma é o impulso que ganha pleno espaço para se manifestar graças à ilusão de que o objeto dá poder de gastar ilimitadamente. Nesse sentido, ter um limite muito alto não é bom. O ideal é que o valor esteja de acordo com a sua realidade financeira.

    PROCURE PAGAR O VALOR INTEGRAL DA FATURA

    Jamais parcele as dívidas ou pague o mínimo, pois, é uma porta de entrada perigosa para os juros, aqui no Brasil os mesmo giram em torno dos (447% por ano). Por este motivo, procure sempre quitar as faturas mensais.

    ESCOLHA O VENCIMENTO DA FATURA PARA PRÓXIMO À DATA DE RECEBIMENTO DE SEUS PROVENTOS

    Essa estratégia é simples, porém bastante eficiente. A ideia é evitar atrasos e garantir que você tenha o dinheiro necessário para pagar a pendência. Consequentemente, evitam-se também as possíveis multas no fim do mês. Além do mais, dessa forma fica mais difícil para você esquecer de pagar a fatura.

    ANOTE TODOS OS SEUS DÉBITOS

    Nunca deixe de anotar os débitos dos cartões de crédito, pois, quando a fatura chegar você terá como conferir se está tudo correto. Vez ou outra o documento pode chegar com algum erro, claro sempre favorecendo os bancos e financeiras, o qual poderia passar despercebido e te prejudicar, caso você não tivesse feito as devidas anotações antes.
  • Endividamento das famílias paranaenses só aumenta, diz pesquisa

    Endividamento das famílias paranaenses só aumenta, diz pesquisa
    A pesquisa sobre o endividamento das famílias paranaenses foi divulgada pela Fecomércio-PRDesde maio, o endividamento cresce gradativamente no estado.

    Segundo a pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, o endividamento das famílias paranaenses teve um aumento de 1,7%, de 87,4% das famílias endividadas em julho, para 89,1%, no mês de agosto. Os números foram divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR).

    Ainda segundo a Fecomércio-PR, este é o quarto aumento consecutivo no índice de endividamento que, desde maio, vem aumentando. Ocorre que, apesar do aumento do grau de endividamento das famílias do estado do paraná, elas estão menos inadimplentes. 

    Para a Fecomércio, o aumento do endividamento e a queda da inadimplência, sinalizam uma pequena retomada do consumo no estado.

    Vilões

    O grande vilão do endividamento das famílias paranaenses, é o cartão de crédito, foi menos utilizado na comparação com o mês anterior, entretanto, segundo o levantamento, o uso do mesmo caiu de 67% para 65,5%.

    Ainda, outros dois principais motivos de endividamento, de acordo com a Fecomércio-PR, o financiamento de veículos e o financiamento imobiliário representam 14,5% e 10,1% do endividamento das famílias.

    Endividamento nacional

    Vale ressaltar que o endividamento nacional também cresceu: de 57,7% para 58%. Segundo a pesquisa, 24,4% das famílias brasileiras estão com as dívidas atrasadas e 9,4% não têm condições de honrar os compromissos.
  • Cartão de Crédito e o Código de Defesa do Consumidor

    Cartão de CréditoPor inúmeras perguntas que chegam até nós a respeito de cartões de crédito, e para comemorar o sucesso do site, a Prosiga traz as perguntas mais comuns dos consumidores, todas relacionadas a utilização do Cartão de Crédito.

    Não é de se negar que o cartão de crédito oferece agilidade, comodidade e segurança por não precisar andar com dinheiro na carteira. Entretanto, o que se tem observado é que o dinheiro de plástico pode trazer algumas dores de cabeça, para evitá-las é fundamental que o consumidor controle seus gastos e conheça melhor todos os seus direitos.

    1 – O que existe em um contrato de cartão de crédito, e como é o contrato?

    R: Primeiramente, este contrato entre a administradora de cartão de crédito e o consumidor é um ‘contrato de adesão’, ou seja, significa que todas as cláusulas existentes no contrato são pré estabelecidas pela administradora do cartão, porém, isto não impede que eventuais abusos cometidos no contrato sejam questionados. Todas as cláusulas a respeito da contratação devem ser prestadas antes da conclusão do negócio de forma esclarecedora e precisa. “diga-se de passagem, o que até hoje nunca ouvimos falar”

    O contrato pode ser cancelado por:

    comum acordo;
    decisão tomada pelo consumidor, que deve comunicar por carta registrada à administradora do cartão;
    ou pelo descumprimento de alguma cláusula do contrato.

    Vale lembrar que: quando contratar o serviço fora do estabelecimento da Administradora do cartão ou seja por “telefone, cartas, internet, etc” existe um prazo de até sete dias, contados a partir da adesão do contrato ou recebimento do cartão, para que o consumidor exerça o direito de arrependimento; permitindo que este contrato seja cancelado neste período, conforme o que estabelece o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor.

    2 – A loja, o supermercado, ou qualquer estabelecimento pode impor um valor mínimo para compras feitas pelo cartão de crédito ou débito?

    R: Obviamente que não! Comerciantes não podem impor um valor mínimo para compras realizadas no cartão, seja na opção crédito ou débito. Esta prática, apesar de comum, é considerada abusiva pelo Código de Defesa do Consumidor.

    Vale ressaltar que o estabelecimento comercial não é obrigado a aceitar pagamentos realizados com o cartão. Mas quando aceitar não pode definir preços diferenciados, entretanto nas compras parceladas pode, uma vez que poderá haver cobrança de juros, que também deve ser informada de maneira esclarecedora ao consumidor.

    3 – No caso de compra internacional, como será feito o pagamento?

    R: Compras que são realizadas no exterior, ou em qualquer moeda, todas serão convertidas para o dólar americano e posteriormente cobrada em reais na sua fatura, por isso vale ressaltar que existe uma taxa de conversão do dólar para o real a qual será a vigente na data fixada no contrato.

    4 – Qual é a taxa cobrada, quando atraso o pagamento da fatura?

    R: Nos casos que existe o atraso no pagamento da fatura, poderá ser cobrada pela administradora do cartão uma multa de 2% do valor total, juros de mora de 1% ao mês atrasado e outros encargos estabelecidos no contrato quando não for feito o pagamento do valor total da dívida, que geralmente são altos, por isso vale esclarecer que: evite de pagar o valor mínimo da conta.

    Vale lembrar que: Todas as taxas devem ser previamente informadas em contrato.

    5 – O que acontece quando solicito o cancelamento do cartão de crédito?

    R: Quando você solicita o cancelamento do cartão de crédito, a administradora do cartão deve tomar todas as medidas para que não haja futuras cobranças de anuidade ou de quaisquer outros serviços atrelados ao contrato de adesão.

    Vale lembrar que: A administradora do cartão deve enviar um comprovante por correspondência ou por meio eletrônico “número de protocolo” confirmando o cancelamento.

    Vale lembrar também que: Todas as compras parceladas devem ser quitadas.

    6 – O que devo entender quando tenho a decisão de parcelar o valor da compra?

    R: Sempre que você ter o interesse em parcelar o valor da compra, deve-se solicitar o esclarecimento sobre o tipo de parcelamento que está sendo oferecido pelo comércio, questionando se vai exista a cobrança de alguma taxa ou de juros. Caso exista alguma cobrança, você deverá informar-se sobre qual à taxa de juros cobrada, qual é o valor de cada parcela e qual é o valor total que no final vai estar pagando pelo produto ou serviço com esse parcelamento.

    Vale esclarecer que: Evite parcelar suas compras, sempre que for possível realize os pagamentos à vista.

    7 – Que tipos de cartões de crédito existem?

    R: Atualmente só podem ser oferecidos pelas instituições financeiras dois modelos de cartão de crédito:

    O básico o pré-pago e o diferenciado.

    O cartão de crédito básico e o pré-pago é: aquele exclusivo para o pagamento de compras, contas ou serviços.

    O cartão de crédito diferenciado é: aquele que além de permitir o pagamento de bens e serviços, vai estar associado a programas de benefícios ou recompensas.

    Vale lembrar que: Todos os benefícios e recompensas devem ser divulgados em tabela específica, todos listados no contrato, com detalhamento quanto a sua forma de utilização.

    8 – O que devo fazer quando a fatura não chegar em minha residência?

    R: Você deve entrar em contato com a administradora do cartão e solicitar a segunda via da fatura ou solicitar orientação nos canais de atendimento para efetuar o pagamento. O fato da fatura não ter sido entregue em sua residência não lhe isenta de pagar no vencimento.

    Vale lembrar que: Se o não recebimento da fatura for frequente, você pode reclamar na SAC da administradora do cartão, pelo site Reclame Aqui ou no Procon mais próximo.

    9 – O que fazer quando se recebe uma cobrança que é indevida?

    R: Quando você receber a fatura, você deve conferir todos os valores lançados, com base nos comprovantes de venda que tiver em mãos. Em caso de não reconhecer algum valor na fatura ou tem certeza que a cobrança é indevida, deve solicitar esclarecimentos à administradora do cartão, através do SAC. É fundamental exigir o número do protocolo.

    Vale lembrar que: Caso a operadora do cartão de crédito se negue em regularizar a fatura a empresa Prosiga ajuda você nestes casos.

    10. Meu cartão foi roubado ou clonado o que devo fazer?

    R: Primeiro realize a abertura de um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima e comunique o ocorrido, o mais rápido possível a sua operadora do cartão de crédito.

    Vale lembrar que: Todas as compras feitas com o cartão clonado ou roubado devem ser canceladas, mesmo que o consumidor não tenha o seguro do cartão, que sempre é oferecido pela administradora.
  • Renegociação de Dívidas Empresariais‎

    Renegociação de dívidas empresariais, PJ Giro, Financiamentos, Fornecedores, Conta Garantida, Duplicata e Cheque Especial. Dívidas acima de R$150 Mil. Atendimento especializado, 11 anos de experiência. Serviços: Renegociação de Dívidas com Bancos, Cooperativas, Fundos de Investimentos, Factorings e Fornecedores.

    Endereço

    Avenida República do Libano, 251
    Recife/PE

    EMAIL

    atendimento@prosiga.net
    financeiro@prosiga.net

    TELEFONE

    +55 81 4101 8219