Não permita que sua empresa feche as portas

Não permita que sua empresa feche as portas
A crise a qual estamos inseridos, se não for a maior já vivida pelo país é uma das maiores e com expectativa de retomada lenta, entretanto, não podemos ficar inertes e aguardar a melhora na economia, precisamos buscar alternativas para solucionar nossos problemas e de nossas empresas.

Queda nas vendas, custo fixo alto, aumento do custo do dinheiro anteriormente utilizado, aumento da inadimplência, falta de fluxo de caixa, entre outros, esses são nossos desafios diários; simplesmente “desistir” e falar que não dá mais para continuar operando, nem sempre é a melhor saída.

Trabalhamos com nossos parceiros em diversas frentes, buscando otimizar resultados e o dia-a-dia das empresas, porem quando a situação atual engloba diversos itens que citamos acima, uma alternativa muito interessante é a Renegociação da Dívida Bancária; porém é preciso ter muito cuidado com essa alternativa.

Vamos esclarecer.

A renegociação de dívidas bancárias em atraso, até 2 anos atrás, não era uma alternativa apresentada pelos bancos, porem, diante da situação que expõe o banco ao não recebimento dos “empréstimos”, esta possibilidade passou a ser uma “alternativa”, só que na grande maioria das vezes atende exclusivamente aos interesses dos bancos.

Quando a Renegociação das Dívidas Bancárias é realizada por profissionais (especialistas) o cenário muda por completo, a renegociação tem por objetivo atender ao cliente, que reconhece a dívida e quer pagar, diante disso inicia-se todo um trabalho de planejamento específico para cada cliente, focando: alongar os prazos, por consequência reduzir ao máximo os valores das parcelas, com taxas de juros praticadas no mercado (taxas de juros que são possíveis de serem absorvidas pela empresa) e também a possibilidade de eliminar as garantias (exceto garantias reais), para que a empresa possa trabalhar com “capacidade de pagamento”. 

Esse cenário não é obtido em qualquer renegociação, até porque a renegociação numa empresa acontece poucas vezes em sua existência, porem para a Prosiga, esse é seu dia-a-dia, o que lhe cria “músculos” para brigar pelo cliente.

Todo o relato acima da renegociação realizada por nossa equipe, antes de ser colocada em pratica, é feita uma análise da capacidade de pagamento da empresa, para então ser formalizada a proposta aos bancos credores.

Tudo isso na esfera administrativa, que significa: mais rápido e com menor custo.

Consulte-nos!!!

Temos a melhor alternativa de solução para o Passivo Bancário de sua Empresa.

Renegociamos a Dívida de sua Empresa!!!

Whatsapp: (81) 99773.2024
Fone: (81) 4101.8219

Pernambuco, Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Moreno, Grande Recife, Caruaru, Gravatá, Paudalho, Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho, Itamaracá, Paulista, São José, Palhoça, João Pessoa, Alagoas, Sergipe, Brasilia, São Paulo, Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, Osasco, Guarulhos, Jundiaí, Itu, Bauru, Marília, São Jose dos Campos, Taubaté, Santos, Itapetininga, Bragança Paulista, Pindamonhangaba, Itapecerica da Serra, Cotia, Indaiatuba, Araçatuba, Rio Claro, Araraquara, São Carlos, Hortolândia, Itapevi, Itapeva, Americana, Presidente Prudente, Jacareí, Sumaré, Taboão da Serra, Barueri, Limeira, Suzano, Franca, Piracicaba, Mogi as Cruzes, Grande ABC, São Jose do Rio Preto, entre outras cidades do Brasil.

Recife, Curitiba, Rio de Janeiro, Maceió, João Pessoa, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, Aracaju, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Rio Branco, Palmas, Cuiabá, Campo Grande, entre outras cidades do país.

ADM: "Participar da Prosiga é algo maravilhoso. Você tem a oportunidade de mudar sua vida financeira, sua relação com o dinheiro, e ainda tem a oportunidade de ajudar outras pessoas e empresas". Facebook

 

Copyright © 2007 - 2018 Prosiga | Tá na Prosiga, Tá no [LUCRO] Todos os direitos reservados.

Site Seguro
Política de Privacidade. A Prosiga preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, entretanto não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Você pode usar as informações contidas nesse site, mas não deve nunca deixar de fazer suas próprias pesquisas e coleta de informações antes de tomar qualquer decisão. Nós procuramos responder dúvidas dos nossos leitores. Isso não significa que somos obrigados a responder todas as perguntas que recebemos. Também não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas. Elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc.
Tudo Sobre:

Banco Semear S.A., Banco Original S.A., Banco Ford S.A., Banco Fiat S.A., Banco Itaú S.A., Banco Bradesco S.A., Banco Volkswagen S.A., Busca e Apreensão, Banco Toyota S.A., Banco Santander S.A., Banco Itaucard S.A., Banco Votorantim S.A., HSBC Bank Brasil S.A., Banco Panamericano S.A., Recuperação de Créditos, Banco Pan S.A., Dano Moral, Banco Randon S.A., Banco Sofisa S.A., Banco Mercedes-Bens do Brasil S.A., Banco Safra S.A.>, BV Financeira S.A., Solução de Dívidas, Banco Honda S.A., Hipercard Banco Múltiplo S.A., Banco Morgan Stanley S.A., Banco John Deere S.A., SICREDI S.A., Banco Alfa S.A., Banco ABN AMRO Real S.A., Banco do Brasil S.A., Banco Capital S.A., Banco Petra S.A., Ajusta | ONG de Defesa do Consumidor

.