Saindo das dívidas: Dicas para renegociar dívidas com bancos e financeiras

negociar dívidas

Saindo das dívidas: Dicas para renegociar dívidas com bancos e financeiras

Planejar, é a palavra correta que deve ser utilizada para para priorizar pagamentos e estabelecer metas, com o objetivo de sair das dívidas com bancos e financeiras. 

Introdução

O objetivo deste trabalho é apresentar em linhas gerais as diferentes maneiras de fazer uma proposta para sair das dívidas. Uma boa negociação pode resultar em descontos, menores prestações, extinção de juros e taxas.

Definição de Dívidas

Dívidas podem ser definidas como valor que se deve pagar a alguém, quantia em dinheiro que se tem de pagar a alguém ou falta de cumprimento da obrigação ou dever de ter pago alguém.

Das dívidas com bancos e financeiras

Caso você possua dívidas com bancos e financeiras e não esteja conseguindo pagar, saiba que existem várias maneiras de renegociar o pagamento das mesmas. Dependendo da situação financeira que você se encontra, é possível reduzir taxas, juros, multas e até prestações, obter descontos maiores ou ainda uma excelente negociação quando a intenção é pagar à vista. Ocorre que em primeiro lugar é necessário que você saiba sobre seus direitos e deveres.

Dicas para sair das dívidas

1 Dica - Prepare uma proposta antes de iniciar qualquer negociação: Em uma negociação de dívidas, se faz necessário tentar de tudo. Prepare-se, pois você poderá receber uma contraproposta, avalie se a mesma é compatível com o seu orçamento.

2 Dica - Quando solicitar a redução dos juros: É sempre muito importante buscar reduzir os juros, um laudo pericial obtido por algum contador pode servir de prova quando você for solicitar a redução dos juros.

3 Dica - Solicite abatimento na dívida coso queira efetuar o pagamento à vista: Caso tenha uma reserva financeira, barganhar o valor da dívidas é a oportunidade certa para obter um bom desconto.

4 Dica - Não aceite novas dívidas para negociar dívidas: Não aceite aumentar o número das prestações para pagamento de seus débitos, evite perder novamente o controle financeiro. Sempre que possível tenha uma reserva para ser usada nos casos de emergência.

5 Dica - Não aceite qualquer proposta: Não se empolgue em aceitar a primeira proposta que oferecerem a você.

6 Dica - Não aceite pagar valores que não estão no seu contrato: Bancos e financeiras costumam cobrar dos consumidores taxas, juros e multas por atraso que não estão no contrato, caso isso ocorra com você, não aceite pagar. 

Conclusão

Feita a renegociação da dívida, procure evitar perder o controle das contas mais uma vez. O mais importante é não deixar as dívidas ultrapassarem os 30% da sua renda mensal, crie uma conta poupança e crie o hábito de planejar aplicações na mesma, isso irá ajudar você caso tenha que enfrentar alguma perca de renda. 

Também é imperioso destacar que a grande maioria dos contratos bancários possuem alguma irregularidade. Portanto, são boas as chances de sair das dívidas conseguindo bons acordos de renegociação.

A Prosiga presta serviços especializados na área e dispõe de CONSULTA ONLINE GRATUITA para seus clientes. Nestes casos não perca tempo, se você ou sua empresa possuem dívidas em atraso com bancos e financeiras, entre em contato conosco, nós teremos o maior prazer em achar uma solução para este contratempo!

Saindo das dívidas: Dicas para renegociar dívidas com bancos e financeiras Saindo das dívidas: Dicas para renegociar dívidas com bancos e financeiras Reviewed by Adm on fevereiro 06, 2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Excluímos comentários anônimos.

Tecnologia do Blogger.