Tecnologia permite monitoração inteligente de conversas

Tecnologia permite monitoração inteligente de conversas
Tecnologia permite monitoração inteligente de conversas, isso mesmo, recentes ataques do PCC e o ataque ao Congresso Nacional mostram a necessidade da ampliação do trabalho informacional estatal, apoiado por tecnologias inovadoras. Em ambos os casos, era possível saber muito mais sobre os incidentes, antecipadamente, para que tivessem desfechos completamente diferentes daqueles que ocorreram. A boa informação adequadamente coletada, bem armazenada, devidamente analisada e corretamente difundida praticamente elimina o uso desnecessário da força e da violência e permite uma eficiente tomada de decisão.

Mas como extrair informações efetivamente relevantes de dentro de enormes massas de dados e textos e de monstruosos fluxos de comunicações? A resposta vem da Alemanha. Ou do Brasil, embora identificada pelos alemães. A editora Springer, de Berlim, uma das mais conceituadas do mundo no cenário da tecnologia da informação, acaba de selecionar uma tecnologia brasileira para a sua publicação Lecture Notes in Computer Science. A tecnologia brasileira foi classificada pelos germânicos como Intelligent Information Extraction from Texts, ou Extração Inteligente de Informações Textuais, e trata exatamente desse assunto.

O modelo brasileiro, entre outras coisas, contém uma estrutura de representação do conhecimento baseada em ontologias. Isso faz com que o sistema jamais confunda lavagem de dinheiro com cédulas na máquina de lavar, por exemplo, e atribua a cada uma das expressões um valor diferenciado e contextualizado.

Desenvolvido originariamente para o Ontoweb (daí o nome), esse modelo tem uma derivação específica para a área de segurança pública, chamada de IDSeg — Inteligência Digital para Segurança Pública. A finalidade da tecnologia IDSeg é consolidar grandes massas de informações e cruzá-las com ocorrências policiais, dados de administração carcerária, relatórios de inteligência, dados de veículos e armas, transações financeiras e comunicações monitoradas, para, com técnicas de inteligência artificial e redes de relacionamento, detectar e identificar focos criminosos.

No âmbito da segurança pública e das atividades de inteligência, a construção de estruturas ontológicas permite um monitoramento muito mais eficiente e preciso dos fatos sob análise. Assim, quando surge a pergunta "como um sistema pode monitorar 10 mil elos comunicacionais ao mesmo tempo, conseguindo identificar o que é relevante?", automaticamente surge a resposta: com o uso de ontologias e extração inteligente de informação textual. Segundo os alemães.

ADM: "Participar da Prosiga é algo maravilhoso. Você tem a oportunidade de mudar sua vida financeira, sua relação com o dinheiro, e ainda tem a oportunidade de ajudar outras pessoas e empresas". Facebook

 

Copyright © 2007 - 2018 Prosiga | Tá na Prosiga, Tá no [LUCRO] Todos os direitos reservados.

Site Seguro
Política de Privacidade. A Prosiga preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, entretanto não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Você pode usar as informações contidas nesse site, mas não deve nunca deixar de fazer suas próprias pesquisas e coleta de informações antes de tomar qualquer decisão. Nós procuramos responder dúvidas dos nossos leitores. Isso não significa que somos obrigados a responder todas as perguntas que recebemos. Também não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas. Elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc.
Tudo Sobre:

Banco Semear S.A., Banco Original S.A., Banco Ford S.A., Banco Fiat S.A., Banco Itaú S.A., Banco Bradesco S.A., Banco Volkswagen S.A., Busca e Apreensão, Banco Toyota S.A., Banco Santander S.A., Banco Itaucard S.A., Banco Votorantim S.A., HSBC Bank Brasil S.A., Banco Panamericano S.A., Recuperação de Créditos, Banco Pan S.A., Dano Moral, Banco Randon S.A., Banco Sofisa S.A., Banco Mercedes-Bens do Brasil S.A., Banco Safra S.A.>, BV Financeira S.A., Solução de Dívidas, Banco Honda S.A., Hipercard Banco Múltiplo S.A., Banco Morgan Stanley S.A., Banco John Deere S.A., SICREDI S.A., Banco Alfa S.A., Banco ABN AMRO Real S.A., Banco do Brasil S.A., Banco Capital S.A., Banco Petra S.A., Ajusta | ONG de Defesa do Consumidor

.