Mostrando postagens com marcador Prosiga. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Prosiga. Mostrar todas as postagens

Bancos estão proibidos de elevar juros em financiamentos atrasados

A resolução foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional e restringe a cobrança sobre parcelas vencidas em financiamentos. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a regulamentação da cobrança dos encargos de inadimplência em operações de crédito feitas por bancos no país. A nova regra proíbe a alteração da taxa de juros no cálculo de parcelas vencidas e, em atraso, em operações de crédito.

Para o especialista, empresário e consultor Jeferson Lehmann, da equipe Prosiga, a determinação torna mais transparente a relação entre o banco e o cliente, pois, segundo a decisão, todas as taxas de juros aplicadas no ato do empréstimo estarão descritas em contrato. 
“Anteriormente a decisão do Conselho, os bancos poderiam, na hora de recalcular uma parcela de um financiamento em atraso, optar por aplicar a taxa de juros remuneratórios contratada ou as taxas de mercado divulgadas pelo Banco Central, implicando, na maioria das vezes, na incidência de taxas maiores do que a contratada”.
Jeferson explica ainda que a grande mudança diz respeito aos juros remuneratórios aplicados no cálculo de um financiamento atrasado. 
“Anteriormente a regulamentação, os bancos mudavam a taxa de juros, aplicando um percentual mais elevado sobre o valor em atraso.” Este percentual mais elevado de juros está vinculado à taxa média de mercado, divulgada pelo Banco Central do Brasil. “Em outras palavras, caso o financiamento fosse feito com a taxa de 0%, por exemplo, poderia o banco cobrar 4%, sobre o valor em atraso, se esta fosse a taxa limite estabelecida pelo governo”, esclarece o empresário.
Esta resolução entra começa a ter efeito a partir de 1º de setembro, entretanto, a partir de sua publicação no Diário Oficial da União (DOU), ocorrida em 1º de março, os bancos e instituições financeiras podem aplicar como regra a orientação para cálculo de juros em prestações vencidas. 
"É imperioso destacar que decisões nos tribunais de justiça já favoreciam os clientes, pois observadas as taxas contratadas, sempre favorecendo o consumidor. A nova regulamentação é clara, os juros remuneratórios, por dia de atraso, que incidem sobre a parcela vencida, devem ser a mesma taxa pactuada no contrato para o período de adimplência da operação". Afirma Jeferson. 

Especialistas em renegociação de dívidas bancárias

Especialistas em Renegociação de Dívidas Bancárias

Especialistas em Renegociação de Dívidas Bancárias

Se suas dívidas com bancos e financeiras não cabem mais no seu orçamento, saiba que existem várias maneiras de negociar o pagamento. Dependendo da situação, é possível reduzir prestações, recuperar valores, conseguir juros menores ou até mesmo um bom desconto quando a intenção é o pagamento de quitação.

Muito embora negociar dívidas com bancos e financeiras possa, a uma primeira vista, parecer simples, na verdade ela exige muita técnica, dedicação e conhecimento de todas as possíveis irregularidades contidas nos contratos e também na cobrança por parte dos bancos e financeiras.

Por este motivo, ter há disposição especialistas em renegociação de dívidas bancárias e uma boa estratégia para negociá-las, é fundamental para todos aqueles que tem contratos em atraso há mais de 60 dias, .

A negociação amigável é a nossa principal estratégia de trabalho e com muito sucesso, aconselhamos que a mesma seja prioridade para todos que estão com seus compromissos em atraso junto aos seus credores. Demonstrar a boa fé em querer pagar as dívidas pode evitar cobranças judiciais que sempre são prejudiciais aos envolvidos.

Caso você ou sua empresa estejam endívidados, é fundamental e necessário se antecipar, pois é um grande engano adiar a renegociação amigável das dívidas por pensar que os credores (bancos, fornecedores, financeiras) vão manter as portas abertas para você ou sua empresa devido a um suposto bom relacionamento mantido ao longo dos anos. 

A decisão de renegociar as dívidas com bancos e financeiras é algo extremamente urgente e nunca deve ser adiada, visto que a demora desta decisão pode significar prejuízos muito superiores ao valor original da dívida.

A PROSIGA de forma impactante criará para você ou sua empresa diferentes alternativas e soluções que permitirão o pagamento dos seus compromissos com credores, bancos e financeiras de acordo com a sua disponibilidade orçamentária.

Vamos ser uma ferramenta de transformação, seja para você ou sua empresa, assim como já fomos para centenas de outras pessoas e empresas atendidas em todo Brasil, analise nosso trabalho com a perspectiva de quem deseja realinhar de forma definitiva e urgente as suas dívidas com seus credores, bancos e financeiras em possibilidades infinitamente melhores do que a situação atual mensal. 

A negociação de dívida moderna não admite amadorismos e improvisos. Por isso, busque por especialistas em dívidas de financiamentos em atraso.

Analisar documentos e extratos, realizar notificações, traçar estratégias de negociação de dívidas, gerenciar o dia a dia de uma negociação, analisar resultados e identificar novas oportunidades de negócio, é trabalho para profissional!

O investimento que será realizado com a nossa contratação, que inclusive pode ser parcelado, será rapidamente retornado, porque transformamos conhecimento e experiência pratica em resultados para você ou sua empresa.  

De forma simples, segura e objetiva, caso você ou sua empresa tenham contratos em atraso junto a bancos e financeiras, oferecemos inicialmente uma Consulta Online Grátis para os mesmos.

Conclusão

Nossos especialistas em renegociação de dívidas bancárias podem ajudar você ou sua empresa a negociar dívidas de curto para longo prazo com todos os credores, seja com financeiras, cooperativas de crédito ou fornecedores.

Negociamos dívidas de financiamentos em atraso, do cheque especial, capital de giro, antecipação de vendas com cartão de crédito, conta devedora, conta garantida, caixa reserva, BNDES e inclusive modalidades de alta complexidade, como duplicatas descontadas que não tiveram ou não terão liquidez. 

Atuamos no sentido de conquistar acordos que fiquem dentro da capacidade de pagamento de nossos clientes e só vamos parar de trabalhar quando conquistarmos o êxito nas negociações.

Mantenha-se atualizado sobre essa e outras oportunidades assinando nosso Boletim Informativo.

Dívidas: Empresa de cobrança pode ligar para os familiares do devedor?

Dívidas: Empresa de cobrança pode ligar para os familiares do devedor?

Estou com dívidas em um determinado banco, mas este banco tem ligado para o número dos meu familiares e amigos. O que fazer? Posso denunciar esse banco? Neste caso, tenho direito a indenização por danos morais?

Você entende do assunto? Então pode ajudar milhares de pessoas respondendo nos comentários ou escrevendo um artigo sobre o tema. Contribua!

Para publicar seu artigo para os leitores da PROSIGA envie o mesmo para info@prosiga.net

3 dicas para empresas com dívidas recuperarem o crescimento

Consultor de negócios nesta área há mais de 8 anos, posso afirmar, com propriedade, que ser devedor sem ter expectativa de pagar é a uma das piores experiências da vida, podendo esta experiência levar as pessoas a doenças graves, como a depressão e em outros casos, até mesmo à morte.

As dívidas não chegam todas de uma vez, assim como as doenças, as dívidas precisam de muita atenção aos primeiros sintomas, que na maioria das vezes, acabam passando desapercebidos.

O tempo que se gasta para iniciar o tratamento será determinante para que se possa criar estratégias e retomar o controle do problema. Até porque, ao contrário das doenças sem tratamento as DÍVIDAS TÊM SOLUÇÃO!

Relacionamos abaixo 5 dicas que, se seguidas, podem livrar uma empresa da falência, salvar os empregos que dela dependem e o mais importante, trazer de volta o lucro de suas atividades. Vamos a eles?

Dica 1 – Identificação real do problema e seu tamanho;

Pode até parecer simples, mas esta é uma das tarefas mais complexas de todo processo. Esta tarefa começa com desconfianças de que algo está errado e se encerra com uma grande realidade, o faturamento da empresa não será suficiente para pagar todas as dívidas.

Administrar uma empresa é diferente de administrar as contas da família. O orçamento familiar é razoavelmente previsível. Da renda familiar, existem as despesas da casa, sem grandes surpresas (exceto em casos como doenças, mortes, perca de renda, etc.).

Entretanto em uma empresa existem custos fixos, habituais e muitos custos variáveis. Além disso, a empresa pode ser atingida por uma mudança de comportamento no consumo, as vendas podem cair e, o que é ainda mais perigoso, a inadimplência pode multiplicar, afetando e muito sua capacidade de pagamento.

Recebemos milhares de contatos de micros, pequenos e médios empresários e quando listamos todas as suas despesas e receitas e, principalmente, quando realizamos a projeção das suas situações financeiras ao longo de um determinado período, a reação imediata dos mesmos é de completo desespero.

Também ao longo dos anos podemos observar que logo em seguida os mesmos tentam buscar os culpados pela situação. Por fim, se sentem envergonhados. Sim, vergonha! Infelizmente o sistema capitalista do qual estamos inseridos tem como regra básica, discriminar como INCOMPETENTE todo aquele que não consegue pagar em dia suas contas.

E essa, sem sobra de dúvidas é a fase mais perigosa que um empresário endividado pode passar.

Dica 2 – Organização;

Confirmado a situação de superendividamento da empresa, ou seja, da sua incapacidade de honrar suas obrigações de pagamentos, chegou a hora de reorganizar os números. Despesas e receitas.

Além da organização dos números se faz necessário identificar todas as despesas e priorizar quais merecem melhor atenção.

Um bom empresário vai fazer inúmeros sacrifícios para horar o pagamento de seus funcionários e provavelmente já tenha utilizado seus limites bancários, que são as dívidas mais abusivas, que merecem um "carinho" maior, devido aos exorbitantes e abusivos juros cobrados pelos bancos e instituições financeiras.

Empréstimos, financiamentos, folha de pagamento, impostos, fornecedores, aluguéis; enfim, todos as despesas devem ser listadas, para que, possam ser estudadas, reduzidas e até mesmo de eliminadas.

Realizando estas dicas, o desespero – que já era grande – agora aumentou um pouco mais. A realidade está aí, na frente dos olhos dos empresários. O medo se transformou em realidade: Se a empresa não ter uma estratégia de negociação eficaz, ela não sobreviverá e irá morrer financeiramente.

Acalme-se, o seu equilíbrio deve assumir o controle. A situação pode até parecer grave, mas tem de ser enfrentada de cabeça erguida. Abandonar o barco e entregar os pontos não é solução. 

Ao logo dos anos, tenho certeza que ninguém do seu financeiro ou nenhum contador lhe informou que os bancos e as financeiras estavam sendo desonestos com a sua empresa. É hora de agir! Não existe outra solução.

Agir significa, não esperar ser pego de surpresa, é dar o primeiro passo antes do problema bater a sua porta.

Dica 3 – Comprometimento;

Uma galinha e um porco estão caminhando pela estrada, e a galinha diz:
- "Ei, porco, eu estava pensando que a gente devia abrir um supermercado.”
- "E qual vai ser o nome do supermercado?”, pergunta o porco.
- "Que tal ‘Presunto e Ovos’?”, pergunta a galinha.
- "Não, obrigado”, responde o porco. “Eu teria que me comprometer, mas você só teria de se envolver.”


Você sabia que muitas pessoas desistem bem próximo à seus objetivos, onde, em muitos casos, bastaria apenas comprometimento para conquistá-los?

Em muitos casos de dívidas bancárias e empresariais acontecem exatamente a mesma coisa. O desespero é tão grande que as dívidas se tornam algo estratosférico que acabam tendo consequências inimagináveis, muito superior ao tamanho original. E isso pode levar a empresa à desistir dos objetivos… Por medo de dar o próximo passo!

Comprometa-se! Observe o problema como ele é, de forma simples e objetiva. Confronte os números.

Por alguma razão a empresa chegou a esse estado. Você pode colocar a culpa nos funcionários, no governo, nos bancos, nas financeiras ou em qualquer pessoa que desejar. Entretanto, nada tira, a necessidade de aprender e evoluir – de forma simples e objetiva.

Dica 4 – Eliminar custos;

Esta sem modéstia nenhuma é a dica mais importante e uma das tarefas mais difíceis, eliminar custos, porém é fundamental para salvar qualquer empresa. Não se deve sair cortando qualquer despesa de forma não estratégica, as empresas necessitam de condições mínimas para se manterem no mercado. Precisam de funcionários e de um local para funcionar.

Precisam de algumas despesas fixas como; água, energia elétrica, telefone, internet, e de uma série de outros itens e serviços para continuarem funcionando.

O primeiro sacrifício deve ser feito de cima para baixo, ou seja, os donos e diretores, cortar regalias e gastos desnecessários, se possível converter salário fixo, por ganhos sobre comissão.

Neste momento, se o imóvel da empresa é alugado, vale procurar o locador para renegociar os valores. Nessa recessão, o poder de negociação dos inquilinos aumenta.

O pagamento das dívidas bancárias e de empréstimos é, de todos os pontos, um dos mais delicados e difíceis de serem resolvidos. Isso porque os bancos e as financeiras praticamente não negociam de uma hora para outra. E, quando desejam negociar, as condições são tão ruins e desvantajosas que somente servem para aumentar o grau de endividamento das empresas.

Você deve estar se perguntando, porque aquele gerente de banco amigo, que sempre nos recebia com sorrisos e linhas de crédito, virou as costas agora que a empresa precisa de empréstimo? Nós podemos ajudar!

Do corte de despesas, para todo bom e justo empresário, o mais difícil, sem dúvidas, é a demissão dos funcionários. Esta decisão pode ser indispensável, já que, em grande parte das empresas, os custos com a folha de pagamento é um dos itens que mais oneram o caixa.

Não havendo outra alternativa, os cortes das folhas de pagamento, devem ser realizadas o mais rápido possível e, de preferência, todas de uma única vez.

Dica 5 – Recuperar o crescimento!

Nas dicas anteriores, aprendemos a conhecer melhor a empresa. Entretanto, não só devemos querer salvar as empresas que estão endividadas, mais também entender o porque elas ficam endividadas.

Financiamentos, custos de processos muito elevados, dívidas bancárias, funcionários desmotivados, equipe maior que a necessária, inadimplência fora de controle, desperdícios, etc.

Como já escrevemos no início deste texto, as dívidas impagáveis são como doenças. Não se desespere, dívidas tem solução. Não são raros os casos de empresários com depressão e várias outras enfermidades correlatas as dívidas empresariais.

Assim como também não é incomum, o processo de dívidas descontroladas provocar o fim de casamentos e relacionamentos entre pessoas da própria família. Administrar uma empresa deve ser prazeroso, como tudo na vida.

Caso você não sinta prazer em ser empresário, repense o que você está fazendo de sua vida. 

Atenciosamente;
Jeferson Lehmann 

Carta aos Endividados

Amigos internautas, quando se fala em sair das dívidas não existe fórmulas milagrosas ou mágicas. Qualquer pessoa que entenda um pouco de economia, que seja um administrador ou até mesmo um contador irá lhe mostrar, de formas mais ou menos complexas, que você vai precisar reduzir seus gastos, e aumentar o seu faturamento, ser eficiente no uso dos proventos, alongar seus contratos (alterando os débitos de curto prazo com juro alto pelos de maior prazo com juro mais acessíveis) e ainda renegociar as dívidas existentes, sem que você faça outras.

Mas nem sempre o correto e o simples é claro para todos. Muitas vezes aqui na empresa ouvimos e acredito que vocês também já devem ter ouvido histórias de pessoas que usam o cheque especial com seus juros "baixinhos" para quitar dívidas já existentes, procuram "soluções" como agiotas e ainda entregam garantias como documentos de carro, cheques que não conseguirão resgatar, ou mesmo que utilizam de seus cartões de crédito para pagar outras contas?

Dicas para endividados

O mais importante ao decidir questionar seus débitos e a você mesmo é aprender a priorizar. Ter atitudes inteligentes pode ser um grande diferencial e aliado seu, entre pagar o que estão querendo que você pague e o que você acredita ser JUSTO pagar. 

Tendo este ponto de vista você quer pagar o que estão querendo que você pague ou pagar o que é justo pagar?

Suponho que, a esta altura, você tenha problemas com financiamentos, cheque especial e outras dívidas no cartão de crédito. 

Fique tranquilo, não é só você que está endividado, estimasse que mais de 80% da população brasileira esteja com este problema. 

Você contratando a PROSIGA para resolver estes problemas perceberá que sua situação sofrerá significativas melhoras.

Contratando a empresa você vai poder fazer o que você gosta, no seu jeito de ser e estar, no seu dia-a-dia este vai ficar mais tranquilo. É hora de “operar” a auto estima. 

Esta ferida dói, chateia é constrangedor e frustrante no começo. Mas a satisfação depois de conseguir um remédio para a cura ou até mesmo depois da “operação, cirurgia” não tem preço.

Jeferson Lehmann - Consultor

Olá, meu nome é Jeferson Lehmann, sou Empresário, Consultor de Negócios, Acadêmico de Direito e Conciliador, sou amante da intermediação de negociações, da Gestão Dívidas e Cooperativas de Crédito, trabalhei por alguns anos com estratégia comercial, vendas, consultoria, auditoria empresarial, atendimento e gestão de equipes em empresas nacionais e multinacionais como: Sonae Distribuição Brasil (BIG, atual Walmart), Bellota Brasil, Massisa Brasil e outras.

Sempre tive sangue de empreendedor, meu avô Nicolau Lehmann, o melhor empreendedor que já conheci até hoje, me deu lições inesquecíveis e que me guiam até os dias de hoje. Como desde muito jovem trabalho (minha carteira de trabalho foi registrada pela primeira vez aos 14 anos de idade, embora, aos 10 anos de idade eu já trabalhava atendendo clientes nos supermercados da família, por este motivo adiei um pouco os meus planos empreendedores para entrar no mercado de trabalho.

Como já falei, comecei trabalhando na área de supermercados, onde fui crescendo, tanto em relação as responsabilidades quanto em relação ao faturamento das lojas.

Trabalhei em poucas empresas, mas nestas adquiri uma experiência importante no trato com as pessoas, em operações e negociações complexas.

Em 2007 ao lado do meu grande amigo, Valdir Sanvitto, iniciei a minha primeira tentativa empreendedora, sendo parceiro de negócios na Kalibra Consultoria em Florianópolis/SC, referência em Consultoria, Auditoria e Assessoria empresarial, com mais de 15 anos de referência no mesmo endereço. Ano difícil, similar ao que muitos passam hoje. Mas decidi me arriscar. Obtive considerável experiência prática na solução de problemas enfrentados por pessoas físicas e jurídicas, pois, o Valdir Sanvitto é detentor de considerável bagagem de conhecimento, adquirida em longos anos de trabalho e dedicação na área empresarial, tendo em suas experiências empresas como: Gillette do Brasil, Brasil Pharma, CDL, SPC, SERASA Experian, etc.

Em 2010 resolvi comprar a participação em uma sociedade constituída no ano de 1999 e então assim iniciamos a Câmara de Arbitragem Empresarial, focada na administração de conflitos empresariais, onde obtive mais experiências em negociações, gestão, conciliação, mediação e arbitragem.

Confesso que, seria mais uma para as “Estatísticas” se não fora minha persistência em continuar!

Voltei ao mercado de trabalho atuando na área comercial novamente, a convite do diretor da empresa de supermercados. Cresci na empresa, cheguei à gerência comercial de setor, mas dentro de mim sempre estava aquela chama que nunca se apagou.

Então, ainda em 2011, depois de estudar bastante e fazer novas formações, comecei a conciliar por alguns meses o meu trabalho com atividades de intermediação de negociações e consultoria para algumas empresas e pessoas físicas que enfrentavam problemas financeiros.

Neste mesmo ano chegou na minha vida a Laura, minha filha e realmente, a minha vida mudou para melhor! Hoje, faço parte de seleto grupo de investidores, empresários e consultores que são capazes de entregar resultados que agregam valor para qualquer pessoa e/ou empresa.

E agora, também somos uma incentivadora do cumprimento dos dezessete Objetivos do Desenvolvimento Sustentável ODS - ONU, afinal, sempre gostamos de inovar e empreender, pois, temos certeza que a melhor forma de conseguirmos incentivar a melhora de algo, é com o reconhecimento das boas ações.

Depois de me consolidar, mesmo com os "trancos e barrancos" que passamos nesse cenário turbulento da economia, resolvi apertar o "botão vermelho" e atravessar a ponte de uma vez!

Hoje sou Consultor de Negócios no megaprojeto social PRODÍVIDAS e acredito no potencial desse megaprojeto, seja pela oportunidade em si de ganhar mais dinheiro, seja pelo pioneirismo, seja por poder fazer a diferença na vida das pessoas e dos empresários que me procuram todos os dias.

Hoje tenho um propósito de vida bem transparente: me sentir útil para o maior número de pessoas e empresas possíveis, agregando valor em quaisquer compromisso que me propuser a assumir.

Sou CEO da Prosiga | Empresa Amante da Auditoria de Dívidas, Intermediação de Negociações e de Projetos e Ações Sociais, onde me dedico a ajudar pessoas e empresas a recuperarem créditos, a terem resultados positivos em suas negociações, a aumentarem as suas receitas e seus lucros, a desenvolverem projetos e ações sociais com foco em solucionar cada necessidade, assim como a minha!

Como podemos ajudá-lo(a)?

Não se preocupe, não vamos prometer nenhuma fórmula mágica e/ou muito menos milagres, por mais que possamos acreditar nisto, se desejarmos! A resposta é muito simples: Somos amantes da intermediação de negociações, da auditoria de dívidas e de projetos sociais, a prática tem nos permitido obter o conhecimento necessário que fazem com que nossos concorrentes sejam irrelevantes, pois, sem modéstia nenhuma, o comprometimento, a dedicação, a fome pela satisfação do cliente, o amor, a atenção, e a energia que disponibilizamos para nossos clientes, nenhum faz.

Você e/ou sua empresa precisam do comprometimento necessário, focado no Resultado, a sua empresa precisa de lucratividade e nós temos esse compromisso. Esteja onde estiver a sua empresa, nós temos a capacidade de atendê-lo com soluções que trarão resultados consistentes e permanentes, com Retorno real para o seu negócio.

A Prosiga é indicada para: toda empresa que desenvolve e/ou quer desenvolver projetos e ações sociais, empresas que estejam passando por problemas de fluxo de caixa, empresas que desejam recuperar créditos, empresas que querem pagar seus débitos, empresas que esteja passando por problemas de quebra de contratos empresariais, bancários e/ou financeiros empresas ou negócios que estejam com dificuldades em honrar seus contratos, etc, ou seja, qualquer empresa que deseje saber mais sobre seu passivo.

O PRODÍVIDAS é indicado para: Pessoas físicas que desenvolvem e/ou querem desenvolver projetos e ações sociais, pessoas físicas que desejam recuperar créditos e/ou estejam super-endividadas, que estão cansadas de receber tantas ligações de cobrança todos os dias, pessoas físicas que não sabem mais o que fazer com as dívidas, pessoas físicas que desejam fazer cálculos de antecipação de parcelas de financiamento, pessoas físicas que querem pagar suas dívidas, pessoas físicas que não querem ser vítimas de golpes por parte de empresas de cobrança, bancos e financeiras, pessoas físicas que estão comprometendo mais do que 30% de seu salário com bancos e financeiras. Se você possuí dívidas bancárias, eu recomendo que entre em contato conosco urgente, não há nenhuma contra indicação e sem efeitos colaterais!

Regulamento

REGULAMENTO PROSIGA SOCIAL

Art. 1º Este regulamento tem por objetivo sistematizar as normas e procedimentos referentes à apresentação e avaliação dos investimentos apresentados junto a PROSIGA para fins de certificação do mesmo, dispondo ainda acerca dos requisitos para participação das organizações da sociedade civil organizada e pessoas físicas que tiverem interesse de participar como executora de projetos em parceria com os entes públicos da administração indireta e/ou empresas e instituições que fizerem investimentos na área social.

Seção I
Dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Art. 2º A Prosiga, desde já, assume o compromisso de contribuir com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e suas metas, instituídos pela Organização das Nações Unidas – ONU, sendo eles:
I - Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares; 
II - Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição; 
III - Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos; 
IV - Garantir educação inclusiva, equitativa e de qualidade; 
V - Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas; 
VI - Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água; 
VII - Garantir acesso à energia barata, confiável e sustentável; 
VIII - Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável; 
IX - Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva; 
X - Reduzir a desigualdade entre os países e dentro deles; 
XI - Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros e resilientes; 
XII - Assegurar padrões de consumo e produção sustentável; 
XIII - Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima; 
XIV - Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos; 
XV - Proteger, recuperar e promover o uso sustentável das florestas; 
XVI - Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável; 
XVII - Fortalecer os mecanismos de implementação e revitalizar a parceria global.

Seção II
Dos Investimentos Sociais

Art. 3º - Os investimentos são a mensuração financeira de recursos utilizados para a realização de programas, projetos e/ou ações internos e externos.

Art. 4º - Serão reconhecidos como investimentos, para efeito de certificação social pela Prosiga:
I - Recursos Humanos: horas de um profissional da organização cedidas para exercer alguma atividade voluntária; 
II - Materiais: livros, móveis, brinquedos, roupas, ceder espaços físicos, equipamentos, etc; 
III - Serviços: Prestação gratuita de um serviço da própria organização; 
IV - Moeda: doações financeiras.
Art. 5º – Os investimentos apoiados pelas leis de incentivos fiscais poderão ser certificados pela Prosiga.
§ 1º. As informações inseridas no Site da Prosiga, devem ser comprovadas, devendo ser esta comprovação através de fotos, recibos, vídeos, materiais gráficos, publicações em mídia entre outros que se fizerem necessário. 
§ 2º. Serão considerados para efeito de certificação os investimentos realizados entre os meses de Janeiro a Dezembro de cada ano em qualquer localidade do Brasil e do Mundo.

Seção III
Dos Participantes

Art. 6º- Poderão participar da Certificação Social, entes públicos da administração indireta, empresas, organizações da sociedade civil e pessoas físicas que se inscreverem no site da Prosiga até o ultimo dia útil de fevereiro do ano seguinte do investimento.
Parágrafo Único: No mesmo prazo, os participantes deverão entregar a declaração dos investimentos (balanço Social).
Art. 7º - Poderão se inscrever e participar da Certificação Social pessoas jurídicas e físicas que se caracterizam como:
I - Entes Públicos da Administração Indireta: Fundações, Autarquias, Empresas Públicas e Sociedade de Economia Mista; 
II - Organizações Privadas com fins lucrativos: Empresas de micro, pequeno, médio e grande porte e empreendedor individual; 
III - Organizações da Sociedade Civil: ONGs, OSCIPs, Associações, Institutos, Associações de Pais e Professores, Unidades de Ensino Particular, Instituições Religiosas e outros com domicilio no Município; 
IV - Pessoa física: Atletas, Escritores, Músicos, Atores, Professores e outros com domicilio no Município.

Seção IV
Da Inscrição dos Programas, Projetos e/ou Ações

Art. 8º Poderão inscrever programas, projetos e/ou ações, internos ou externos, os entes públicos da administração indireta e as empresas.
§1º Considera-se programa, projetos e/ou ações internos aqueles que beneficiam os colaboradores e seus familiares. 
§2º Considera-se programa, projetos e/ou ações externos aqueles que beneficiam organizações da sociedade civil ou pessoas físicas.
Art. 9º Poderão inscrever programas, projetos e/ou ações as organizações da sociedade civil e as pessoas físicas.

Art. 10º Os participantes da Certificação Social deverão:
I - Participar das formações, reuniões, seminários, eventos e palestras relacionadas a Certificação Social. 
II - Manter atualizada as informações no site da Prosiga; 
III - Executar projetos, realizar investimentos e promover impactos sociais em prol do cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável
IV - Interagir com outras organizações e setores a fim de qualificar e potencializar as ações em prol dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável
V - Promover a Certificação Social dentro de sua organização, junto a seus funcionários, colaboradores e servidores; 
VI - Documentar os programas, projetos e/ou ações (investimentos sociais) e impactos sociais que obteve durante o ano;
Art. 11º Os programas, projetos e/ou ações das organizações da sociedade civil ou pessoa física serão inscritos no site da Prosiga com a finalidade de encontrar apoio e parceria dos entes públicos e organizações privadas com fins lucrativos.

Seção V
Do Encaminhamento do Programa, Projeto e/ou Ação

Art. 12º O participante deverá preencher os itens correspondentes, no site www.prosiga.net , aba: Cadastro de Projetos, acompanhado da seguinte documentação:
I – Entes públicos da administração indireta: Certidões de Negativas de Débito da União, Estado e Município, bem como Certidões de Recolhimento de INSS e FGTS; 
II – Organização com fins lucrativos: Certidão Negativa da União, Estado, Município, INSS, FGTS, Contrato Social com a última alteração; 
III – Organizações da Sociedade Civil: Estatuto Social; 
IV – Pessoa Física: Cópia do RG, CPF e Comprovante de residência.
Parágrafo Único: A falta de qualquer documento especificado no presente regulamento, resultará no automático indeferimento da inscrição, sem posterior análise pela comissão da Diretoria.

Seção VI
Dos Critérios de Certificação

Art. 13 Serão certificados pela Prosiga somente entes públicos e organizações privadas com fins lucrativos que cumprirem os seguintes critérios:
I – Ter regularidade fiscal Municipal, Estadual e Federal; 
II - Inscrever os programas, projetos e/ou ações com as devidas comprovações no site www.prosiga.net
III - Realizar investimentos para cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Seção VII
Da Diretoria de Certificação Social

Art. 14 A Diretoria de Certificação Social auxilia o Parceiro Local na adequação anual do regulamento da PROSIGA SOCIAL, além de zelar pelo seu cumprimento, por meio do acompanhamento dos projetos e da avaliação dos comprovantes e impactos sociais declarados pelos participantes.

Seção VIII
Do Indeferimento do Investimento

Art. 15 Serão indeferidos programas, projetos e/ou ações que:
I – Não atenderem aos Objetivos dos Desenvolvimentos Sustentável
II - Investimentos que cumprirem as obrigações legais já previstas (CIPA, SIPAT, PAT, Legislação Ambiental Municipal, Estadual e Federal e outros); 
III – Investimentos em certificações que não promovam impacto social; 
IV- Investimentos que beneficiam apenas a própria empresa; 
V – Investimentos em organizações da sociedade civil com fins lucrativos, que esteja em débito com suas obrigações com o governo; 
VI – Investimentos sem comprovação no site www.prosiga.net
VII - E outros que a Diretoria, mediante decisão justificada, julgar improcedente.
Parágrafo Único: Da decisão que indeferir os investimentos caberá recurso.

Seção IX
Do Recurso e Seu Prazo

Art. 16 Caberá recurso das decisões deliberativas pela Diretoria de Certificação Social.

Parágrafo Único: O prazo para interposição de recurso é de cinco (15) dias úteis a contar da cientificação da decisão.

Seção X
Dos Destaques

Art. 17 A Diretoria de Certificação Social selecionará até dez investimentos sociais cadastrados pelos entes públicos e organizações privadas com fins lucrativos para receberem o prêmio destaque.

Seção XI
Disposição Geral

Art. 18 Quaisquer dúvidas ou omissões que possam surgir a respeito do presente regulamento, serão resolvidas pela Diretoria de Certificação Social.


PS. Diretoria de Certificação Social PROSIGA / Entre em contato através do formulário abaixo, para atendimento que verse sobre este regulamento.


Cartão de Crédito sem Anuidade - Entenda essa Máfia


Não é de agora que nossa empresa PROSIGA – Vem recebendo reclamações  de vários clientes insatisfeitos com operadoras de cartões de crédito e desde então estamos monitorando as empresas que oferecem cartões de crédito próprio a fim de amarar e fidelizar seus clientes. A maioria dos consumidores e nossos clientes relatam que se sentiram atraídos pelas promessas ilusórias de não pagar anuidades e de descontos especiais nas compras.

Agora entenda como funciona a Realidade dos Cartões de Crédito

Não se iludem com as falsas promessas de não pagar anuidade ou coisas do gênero. Porque na verdade é mentira, são ilusórias! 

Depois da contratação destes serviços de cartões de crédito o consumidor tem a surpresa em sua fatura de inúmeras outras taxas mensais, tais como a própria taxa mensal de emissão de fatura, que vai ser cobrada a partir do momento em que se o consumidor realiza a sua primeira compra através deste cartão de crédito.

Acorda você vai estar pagando muitas vezes um valor maior do que a “anuidade” apenas mudaram o nome da taxa cobrada. Antes de você aceitar esses tipos de cartões se faz necessário realizar uma avaliação minuciosa de seu custo benefício.

A grande maioria de nossos clientes queixam-se de que não conseguem renegociar suas dívidas junto as operadoras de cartão de crédito. Ao analisar e periciar as faturas mensais desses clientes detectamos que os mesmos estão sendo vítimas de inúmeras fraudes  todos os meses, pois nas faturas as administradoras informam que no mês seguinte serão cobrados taxas financeiras máximas de 10,99% ao mês, porém o que se nota vai de contrario pois os juros cobrados são de 19,21% ao mês, ou seja, você se programa para pagar um determinado valor no mês seguinte conforme utilizou o cartão, e quando recebe a fatura é surpreendido por taxas e mais taxas. 

Pessoal não se trata de um erro na impressão pois o mesmo vem ocorrendo com varias empresas que oferecem esses cartões de crédito sem anuidade.  

A empresa PROSIGA alerta todos os consumidores possuidores destes cartões de créditos a notarem se existem taxas duvidosas sendo cobradas em suas faturas.


Acqua Clean Lavanderia


Acqua Clean Lavanderia
Av Eng Domingos Ferreira, 4023 lj 8
Boa Viagem - Recife - PE - CEP: 51021-040 PABX: (81) 3466-0858

Lavanderia 5àsec


Lavanderia 5àsec
R Leonardo Bezerra Cavalcante, 610
Casa Forte - Recife - PE - CEP: 52060-030 Tel: (81) 3361-2561


Lavanderia Montreal


Lavanderia Montreal
R Castelo Branco, 153
Jardim Primavera - Camaragibe - PE - CEP: 54753-390
Tel: (81) 3456-6442 | Cel: (81) 8836-9427 | 9964-7551


Dilab-Diagnóstico Laboratorial


Dilab-Diagnóstico Laboratorial
Rua Hora, 378
Graças - Recife - PE - CEP: 52020-010 Tel: (81) 3427-4767

Clínica do Bairro


Clínica do Bairro
Est Belém, 847
Campo Grande - Recife - PE - CEP: 52040-000 Tel: (81) 3301-6373

Citopat Laboratório


Citopat Laboratório
Rua Edmundo Bittencourt, 46 an 1
Boa Vista - Recife - PE - CEP: 50070-590 Tel: (81) 3221-2883

CIAC-Centro Integrado de Análises Clínicas


CIAC-Centro Integrado de Análises Clínicas
Rua Venezuela, 182
Espinheiro - Recife - PE - CEP: 52020-170 Tel: (81) 3242-9024


Cerpe Laboratórios Ltda


Cerpe Laboratórios Ltda
Rua Francisco Alves, 887
Paissandu - Recife - PE - CEP: 50070-490 Tel: (81) 3421-5982


Centro Diagnóstico Dr Jaime da Fonte


Centro Diagnóstico Dr Jaime da Fonte
Rua Pernambucanas, 207
Graças - Recife - PE - CEP: 52011-010 Tel: (81) 3221-0791


Cemid-Centro Imunologia Diagnóstico


Cemid-Centro Imunologia Diagnóstico
Rua Amélia, 400
Graças - Recife - PE - CEP: 52011-050 Tel: (81) 3426-5110


CEAME Centro de Análises Médicas Especializadas


CEAME Centro de Análises Médicas Especializadas
Av João Barros, 834
Boa Vista - Recife - PE - CEP: 50100-020 Tel: (81) 3222-6639

Camesp Laboratório de Análises Clinicas


Camesp Laboratório de Análises Clinicas
Rua Álvares Azevedo, 126
Santo Amaro - Recife - PE - CEP: 50100-040 Tel: (81) 3231-7199

 

Copyright © 2007 - 2015 ProSiga CNPJ: 09.089.679/0001-01 - Todos os direitos reservados.

Site Seguro
A PROSIGA preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, entretanto não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Você pode usar as informações contidas nesse site, mas não deve nunca deixar de fazer suas próprias pesquisas e coleta de informações antes de tomar qualquer decisão. Nós procuramos responder dúvidas dos nossos leitores. Isso não significa que somos obrigados a responder todas as perguntas que recebemos. Também não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas. Elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc.
Tudo Sobre:

Recuperação de Créditos, Cobrança Judicial, Recuperação de Empresas, Blindagem Patrimonial, Revisão de Dívidas Empresariais, Banco Itaú S.A., Banco Bradesco S.A., Banco Volkswagen S.A., Busca e Apreensão, Banco Toyota S.A., Banco Santander S.A., Banco Itaucard S.A., Ações Judiciais, Banco Votorantim S.A., HSBC Bank Brasil S.A., HSBC Bank Brasil S.A., Recuperação de Créditos, Banco Panamericano S.A., Dano Moral, Banco Randon S.A., Banco Sofisa S.A., Banco Mercedes-Bens do Brasil S.A., Banco Safra S.A.>, BV Financeira S.A., Solução de Dívidas, Banco Honda S.A. , Hipercard Banco Múltiplo S.A., Banco Morgan Stanley S.A., Banco John Deere S.A., SICREDI S.A., Banco Alfa S.A., Banco ABN AMRO Real S.A., Banco do Brasil S.A., Banco Capital S.A., Banco Petra S.A., Scania Banco S.A.

.