Atrasei o financiamento do carro, não consigo mais pagar, e agora?

Acalme-se! Você ou sua empresa não são os únicos com problemas em financiamentos de veículos ou equipamentos, esta é uma dúvida que atormenta milhares ou até milhões de brasileiros, pois mesmo depois de toda a espera para a aquisição do veículo, podem surgir inúmeros imprevistos e levar você ao inadimplemento.

No momento em que não se consegue mais pagar as prestações do veículo, existem algumas alternativas e sobre elas vou esclarecer alguns pontos, pois já negociamos dívidas de muitas empresas e pessoas, por isso sei exatamente o quanto é importante saber de truques que podem facilitar a vida financeira de quem está passando por esta situação. 

É imperioso ressaltar que as mentiras, constrangimentos e ameaças por parte dos funcionários dos bancos, das financeiras ou das empresas de cobrança no sentido de que: 
Se você não pagar as parcelas do veículo ou não entregar o mesmo, você corre o risco de ser preso. "isso é ameaça, é uma mentira, e é crime" 

Se você não pagar as prestações atrasadas vão arrombar o portão da sua casa e tomar o veículo. "isso é ameaça, é uma mentira, e é crime" 

Se você não tinha condições de pagar o financiamento o porque comprou o veículo. "isso é constrangedor, e cabe indenização"

Se você entregar de forma amigável o veículo, você terá seu nome limpo no spc e serasa e não deverá mais nada ao banco. "mentira, basta ler seu contrato"  

Se você não pagar hoje nós vamos entrar com a busca e apreensão do veículo. "isso é ameaça, é crime" 
Estas são apenas algumas das inúmeras outras frases utilizadas pelos bancos, financeiras e empresas de cobrança. 

Outra mentira muito comum é a da Busca e apreensão de Veículos, pois as pessoas que realizam as cobranças insistem em falar para os consumidores que se os mesmos atrasarem uma ou duas parcelas o veículo será apreendido imediatamente. O que ocorre, é que após constatado o atraso de duas ou mais parcelas e esgotado todas as tentativas de cobrança a financeira pode utilizar-se de ação de busca e apreensão para satisfazer o débito do contrato.

Ocorre que para a apreensão ser lucrativa para a financeira ou para o banco é necessário que o veículo tenha algum valor, pois se o veículo ter pouco valor, não será viável, pois o banco ou a financeira, após a apreensão do veículo, precisam gastar com o leiloeiro e inúmeras outras taxas.

Ainda em relação às cobranças, os bancos e as financeiras repassam seus contratos com pouco atraso para as empresas "especializadas em cobrança", ocorre que estas empresas têm somente 30 dias para a realização da cobrança, é por este motivo que fazem de tudo para receber, é por este motivo também que ameaçam os consumidores de todas as maneiras possíveis e impossíveis, geralmente ilegais. Quando ocorrer da empresa não receber em 30 dias, esses contratos geralmente são repassados para outras empresas de cobrança por outros 30 dias, e assim continuadamente, até que a financeira ou o banco entender ser inviável continuar com o contrato, é neste momento em que se começa a chegar nos acordos.

Entre tantas mentiras já ouvidas por nossa empresa, também escutamos nas ligações de cobrança, que o financiamento protestado nunca prescreve, quanto a isso o Código de Defesa do Consumidor é bem claro e não permite que sejam repassadas informações negativas de consumidores sobre dívidas vencidas a mais de 05 anos, ou seja, após 05 anos o protesto some.

Sugerimos que você ou sua empresa tomem muito cuidado com a questão do ajuizamento de ações revisionais e consignatórias de pagamento, pois existem muitos advogados que não são sérios e chegam ao cúmulo de entregar ao cliente boletos de contas pessoais, propostas que não existem e inúmeros outras falcatruas presenciadas, por isso, se você tem uma ação revisional com consignação de pagamento ou uma consignatória, é melhor ir até o Fórum de sua cidade e conferir se os depósitos estão realmente sendo feitos.

Portanto, se você ajuizou ou contratou algum advogado para ingressar com uma ação revisional ou consignatória, vá até o fórum ou confirme no site do tribunal se sua ação ainda está tramitando ou se foi extinta por falta de pagamento de custas processuais.

Lembre-se que a proposta das empresas de cobrança em você realizar a entrega amigável do veículo com quitação do contrato é MENTIROSA, pois dificilmente a entrega do veículo irá quitar o contrato, na maioria das vezes, a entrega somente irá amortizar uma parte do saldo devedor, e o consumidor, além de perder o veículo ainda continuará com uma dívida que não para de aumentar, ou seja, aceite esta proposta de fazer a entrega amigável do veículo para quitação, após você receber um contrato da financeira em que isso esteja escrito de uma maneira bem transparente. -- "Nós, nunca presenciamos um contrato deste". 

Ainda, em relação às chamadas “Cobranças vexatórias”, que acontecem com ligações constantes para parentes, amigos, vizinhos e até mesmo para o trabalho do consumidor informando que é ligação de cobrança ou ainda com ligações em que o cobrador chega a xingar o financiado, fazendo ameaças físicas ou morais, em todas essas situações cabe indenização por danos morais, e as vezes essas indenizações são maiores que o valor devido pelo financiado, então se você for vítima de qualquer dessas situações, tente gravar as ligações ou me procure que irei auxiliar você na solução deste problema.

Conclusão

Existem inúmeras opções para amenizar os prejuízos, caso haja a total impossibilidade de continuar pagando as prestações mensais, uma alternativa é a venda do veículo, ainda que seja por preço vil, neste caso, vale levar em conta o que será gasto, caso a busca e apreensão do veículo se concretize.

A Prosiga, servindo como um portal eletrônico de negociações, compra dívidas oriundas de contratos de financiamento em atraso, mediante análise prévia, seja de pessoas físicas ou jurídicas.

Sobre Autor: Jeferson Lehmann: "Participar do megaprojeto social PRODÍVIDAS como Consultor é algo maravilhoso. Você tem a oportunidade de mudar sua vida financeira, sua relação com o dinheiro, e ainda tem a oportunidade de ajudar outras pessoas e empresas". Facebook


 

Copyright © 2007 - 2015 Prosiga Brasil CNPJ: 09.089.679/0001-01 - Todos os direitos reservados.

Site Seguro
A PROSIGA preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, entretanto não nos responsabilizamos por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes. Você pode usar as informações contidas nesse site, mas não deve nunca deixar de fazer suas próprias pesquisas e coleta de informações antes de tomar qualquer decisão. Nós procuramos responder dúvidas dos nossos leitores. Isso não significa que somos obrigados a responder todas as perguntas que recebemos. Também não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas. Elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc.
Tudo Sobre:

Recuperação de Créditos, Cobrança Judicial, Recuperação de Empresas, Blindagem Patrimonial, Revisão de Dívidas Empresariais, Banco Itaú S.A., Banco Bradesco S.A., Banco Volkswagen S.A., Busca e Apreensão, Banco Toyota S.A., Banco Santander S.A., Banco Itaucard S.A., Ações Judiciais, Banco Votorantim S.A., HSBC Bank Brasil S.A., HSBC Bank Brasil S.A., Recuperação de Créditos, Banco Panamericano S.A., Dano Moral, Banco Randon S.A., Banco Sofisa S.A., Banco Mercedes-Bens do Brasil S.A., Banco Safra S.A.>, BV Financeira S.A., Solução de Dívidas, Banco Honda S.A. , Hipercard Banco Múltiplo S.A., Banco Morgan Stanley S.A., Banco John Deere S.A., SICREDI S.A., Banco Alfa S.A., Banco ABN AMRO Real S.A., Banco do Brasil S.A., Banco Capital S.A., Banco Petra S.A., Scania Banco S.A.

.